2019/05/14

Adobe avisa clientes que usar versões antigas dos seus programas é ilegal


Clientes da Adobe que estão a utilizar versões antigas de programas do Adobe Creative Cloud, incluindo o Photoshop, Premiere Pro e Lightroom Classic, estão a receber mensagens a dizer que terão que deixar de o fazer por ser ilegal.

Pessoas que utilizem versões pirateadas do programas da Adobe poderiam não estranhar receber uma mensagem para pararem de utilizar o seu software; mas desta vez o mais estranho é que isso está a ser feito para pessoas que estão a pagar para utilizar legalmente os programas da Adobe - mas nem assim se livrando de tais avisos.

A Adobe está a dizer aos clientes para deixarem de utilizar versões antigas de múltiplos programas do Adobe CC - incluindo os já referidos Photoshop, Premiere Pro e Lightroom Classic, entre outros - por terem sido descontinuados e os utilizadores ficado sem a devida autorização para os continuarem a usar.




É uma situação insólita, que se crê estar relacionada com o litígio da Adobe com a Dolby - embora a Adobe não faça qualquer referência a isso, nem avance com explicações mais detalhadas.

O que é certo é que demonstra, uma vez mais, os perigos do "Software as a Service", em que os clientes pagadores não têm direito ao produto final, mas apenas ao direito de o utilizarem... enquanto a empresa assim o permitir. Neste caso, quem pretender manter-se nas ditas versões antigas, não terá forma de o fazer legalmente, mesmo que esteja a pagar por isso. De forma indirecta, quase parece um anúncio a promover a utilização de software da Adobe pirateado.

7 comentários:

  1. se a moda pega e comecar a ver empresas de smartphones ,tv, carros etc... a dizer o mesmo so para vender mais hahahahahaha

    ResponderEliminar
  2. Quando se paga o cloud, pagas um serviço de uso de vários programas com updates grátis enquanto pagas; quem não atualiza é porque bloqueou as atualizações e deixou de pagar e tem algum crack.

    Por outro lado a Adobe é uma empresa péssima: apesar de produtos potentes, o código é muito mau, pouco otimizado, aceleração por hardware (Que funcione!) quase inexistente e assistência ridícula. Eu uso alternativas, já paguei uns anos pelas produtos deles para descobrir que não estou para suportar chulos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A questão é que há bastantes razões válidas para não actualizar (bloquear as actualizações como disseste), uma delas é o facto de novas versões não funcionarem bem com hardware XYZ e outra é o simples facto de que se estás no meio de um projeto, actualizar o software é literalmente das pior coisas que podes fazer (com a excepção de que estás com graves problemas no software e que esses problemas são especificamente corrigidos nessa actualização). O sistema pode perder estabilidade, o projeto pode ficar com problemas, pode correr alguma coisa mal na actualização, a actualização pode ter problemas com algum driver ou hardware que tu usas. Todas essas coisas acontecem a toda a hora e o tempo que ias perder depois para resolver problemas causados por razão nenhuma não vão ficar muito bem vistos quando estão à tua espera para acabar um projeto que vale mais do que tu vais fazer na tua vida.

      Eliminar
  3. Vou já a correr comprar uma versão nova, só porque eles mandam... AHHAHAHAHA! Só se for para usar uma versão pirateada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que não entendes-te o problema, não tens de compara versão nova nenhuma, tu pagas uma mensalidade, com ela tens direito às actualizações. Mas como já disse noutro comentário, há razões válidas para não querer actualizar.

      Eliminar
    2. *comprar (escrevi "não tens de compara" lol)

      Eliminar
    3. *entendeste (escreveste "entendes-te") ;)

      Eliminar

[pub]