2019/05/02

"Anomalia" da cápsula Crew Dragon da SpaceX foi explosão completa


As probabilidades das missões tripuladas na cápsula Crew Dragon serem iniciadas em breve são cada vez mais reduzidas, sendo que a "anomalia" verificada durante o último teste foi, na verdade, uma explosão que destruiu por completo a cápsula.

Depois de todos os testes bem sucedidos, incluindo uma viagem (sem tripulantes) até à ISS e regresso à Terra, e quando uma primeira missão tripulada já estava no horizonte (para Junho ou Julho), a SpaceX parece ter regressado à estaca zero.

Durante um teste dos foguetes do sistema de emergência que deveriam afastar a cápsula em segurança em caso de qualquer problema durante o lançamento, a SpaceX revelou apenas que tinha havido uma "anomalia" sem dar mais detalhes. Agora, descobre-se que afinal a anomalia foi uma explosão que destruiu completamente a cápsula.

Cai por terra a esperança de que tivesse sido algo mais simples (como um motor que não tivesse funcionado) que pudesse ser corrigido rapidamente. Falta agora aguardar pelo comunicado oficial que indique a causa da explosão, e de que forma isto irá atrasar o planeamento para os primeiros testes tripulados. Sendo que, é precisamente por isto que é necessário fazer testes, para garantir que, quando tal acontecer, os astronautas terão as melhores garantias de que não terão que lidar com "anomalias".

Actualização:descobriram a origem do problema.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]