2019/05/20

Elon Musk diz que satélites Starlink poderão apanhar lixo espacial em órbita


Enquanto aguardamos o lançamento do primeiro lote de 60 satélites da rede Starlink, Elon Musk respondeu à preocupação com o lixo espacial dizendo que estes satélites poderão ser utilizados para recolher destroços no espaço.

O lançamento de milhares e milhares de satélites para o espaço - só esta constelação da SpaceX serão cerca de 12 mil(!), a que se juntarão muitos mais milhares de projectos idênticos de outras empresas - tem levantado preocupações com a questão do lixo espacial, e do aumento das probabilidades de uma catástrofe espacial que crie uma reacção em cadeia, com destroços a destruírem outros satélites, que produzirão mais destroços, e assim sucessivamente. Importa por isso manter o lixo espaço em valores reduzidos, e Elon Musk diz que os satélites Starlink poderão ser utilizados para esse efeito.



Por agora, a resposta de Elon Musk não especifica se ele se refere a utilizar os satélites Starlink para apanhar satélites fora de serviço ou destroços, quando se aproximarem do seu fim de vida - mas - como já foi demonstrado no passado (por exemplo, com a frustração de estar parado no trânsito a dar origem à sua Boring Company para criar túneis de transporte), não convém subestimar este senhor.

Curiosamente, há especialistas que referem que a ideia de desintegrar satélites inoperacionais na atmosfera não será a mais recomendada, já que assim se está a desintegrar uma fortuna (tendo em conta o muito elevado custo de levar qualquer grama de material para o espaço). Alguns referem que seria mais produtivo manter os satélites em órbita, antecipando um futuro em que seja possível simplesmente reabastecê-los ou repará-los para prolongar a sua vida útil.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]