2019/06/05

EMUI 9 + Android 9 Pie já chegou a 80 milhões de smartphones Huawei


Embora esteja a atravessar um período de grande incerteza quanto à sua relação com o Android para o futuro, a Huawei não deixa que isso penalize os actuais clientes, continuando a disponibilizar actualizações para o mais recente Android e EMUI - e que já chegaram a 80 milhões de smartphones.

O embargo imposto pelos EUA em nada impede a marca chinesa de seguir o seu plano de actualizações para o Android 9 Pie + EMUI 9. O processo teve início no final de 2018, na altura apenas em solo chinês, com a Europa a dar seguimento ao processo no início de 2019.

Até ao momento a Huawei já disponibilizou a EMUI 9 + Android Pie para o Mate 10, Mate 10 Pro, Mate 10 Porsche Design, Huawei Mate 9, Mate 9 Pro, Mate 9 Porsche Design, Huawei P20, P20 Pro, P10, P10 Pro, Mate 20 Lite, Mate RS e Nova 3. Este conjunto de smartphones representa, segundo a Huawei mais de 80 milhões de equipamentos actualizados para a versão mais actual do Android, sendo que a marca espera atingir os 100 milhões ainda durante este mês.



Este valor é significativo mas não pode deixar de ser analisado à luz do universo de equipamentos que a Huawei lançou nos anos mais recentes. Tendo em conta a data de lançamento do Mate 9 (final de 2016), se contabilizarmos o ano de 2017 e 2018, a Huawei enviou 353 milhões de equipamentos para as lojas. Se a este valor somarmos mais meio ano (100 milhões de equipamentos), ficamos com um total de 453 milhões de smartphones. Visto desta forma, os 100 milhões que receberam a actualização servem apenas como indicador de que há muito mais por fazer.

Fazendo as contas, a Huawei actualizou cerca de 22% dos equipamentos dos últimos dois anos e meio, valor que acaba por ser bastante inferior ao que os utilizadores gostariam de ver por parte de uma marca que aspira a ser a número um do mercado mobile. Há por isso espaço para melhorar, mas sendo essa uma questão que também fica pendente do desfecho da situação com os EUA e a continuidade - ou não - de poder manter a parceria com a Google.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]