2019/06/07

iOS 13 marca o fim do 3D Touch nos iPhones


A chegada do iOS 13 veio confirmar as indicações de que a Apple se prepara para abandonar o 3D Touch já este ano, replicando as suas funcionalidades principais através dos toques prolongados longos.

Adoradas por alguns mas desconhecidas da maioria dos utilizadores, as funcionalidades do 3D Touch têm sido um tópico polémico para a Apple. O 3D Touch foi estreado no iPhone 6 prometendo dar uma nova dimensão ao toque. Com ele, os utilizadores podiam fazer coisas como pressionar com mais força para aceder a atalhos nos icons das apps, ou ver previews de links e outros conteúdos numa janela flutuante. O problema é que o sistema nunca pode ser utilizado para nada verdadeiramente diferenciados, já que continuavam a existir centenas de milhões de iPhones sem 3D Touch, e o lançamento do iPhone XR sem essa capacidade veio confirmar que o 3D Touch não era visto como prioridade.

Agora, o iOS 13 vem confirmar a morte do 3D Touch ao replicar as funcionalidades do 3D Touch através dos toques prolongados, tal como estavam a ser feitas no iPhone XR, naquilo que a Apple chama de Haptic Touch.

Assim, o acesso aos atalhos nos icons das apps é feito através de um toque prolongado - levantando-se o dedo quando se sente o "feedback" da vibração (caso contrário, um toque ainda mais prolongado fará as apps entrarem em modo de reposicionamento ou eliminação). E também podemos ter acesso aos previews de links e demais conteúdos através do mesmo toque prolongado.

... Quanto às poucas apps que ainda davam uso à detecção de pressão nos iPhones, terão que se adaptar aos toques "à moda antiga".

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]