2019/06/03

Tesla incendeia-se num posto Super Charger - recebe tratamento radical dos bombeiros


Houve mais um incidente de um Tesla que se incendiou - desta vez enquanto estava a ser recarregado num posto Supercharger - e que foi alvo de um tratamento incomum por parte dos bombeiros.

Embora os Tesla continuem a receber atenção desproporcionada no caso de incêndios - só em 2017 houve 167 mil casos de veículos a arder em auto-estradas e vias rápidas nos EUA, o que resulta numa média de 457 veículos a arder... por dia! - desta vez o caso torna-se mais curioso devido à actuação dos bombeiros.

Um Tesla Model S na Bélgica incendiou-se enquanto estava a fazer o carregamento num posto Supercharger. Os incêndios nos veículos eléctricos são complicados devido aos seus packs de baterias, que podem causar a reactivação do fogo passadas muitas horas ou até dias. Neste caso, os bombeiros holandeses optaram por uma solução invulgar, submergindo o carro num tanque.


É um recurso deveras invulgar, uma vez que não é recomendado que se utilize água para combater fogos em veículos eléctricos (a água pode reagir com o lítio nas baterias, libertando hidrogénio, bastante mais inflamável). Mas, seguramente que os bombeiros saberiam isso - e neste momento ainda nem sequer está confirmado que o tanque estaria cheio com água ou com outro líquido, ou aditivo, mais adequado para a situação.

... Resta saber se a táctica começará a tornar-se cada vez mais comum para lidar com incêndios de automóveis eléctricos.

1 comentário:

  1. Muito provavelmente o produto que usaram para juntar à água era sal. No mundo do modelismo uma técnica usada para tratar baterias em risco de explosão é a sua imersão em água salgada. Penso que assim deve evitar a reação com o lítio e descarrega gradualmente a energia acumulada.

    ResponderEliminar

[pub]