2019/07/24

Google tenta assegurar jogadores que Stadia é para durar


A Google vai arrancar com a sua plataforma de streaming de jogos Stadia em Novembro, mas para além das muitas dificuldades e incógnitas, por agora vai-se centrando em tentar convencer os jogadores de que este será um serviço para durar.

O Stadia já desapontou alguns interessados ao ser revelado que o serviço não seria um "Netflix dos jogos" como se estava à espera, mas sim uma alternativa a ter um PC ou consola potente, que nos permite aceder aos jogos que comprarmos - ou serviços de acesso a jogos que se subscrever, adicionalmente - via streaming. Ou seja, teremos que pagar pelo serviço e também pelos jogos.

Mas, pior ainda, será convencer os potenciais interessados de que este não será mais um dos muitos projectos que a Google lança... e mais tarde se cansa e deixa cair por terra. Os responsáveis do Stadia asseguram que este projecto será para durar; mas ninguém poderá censurar quem não os quiser levar a sério. Afinal, o historial da Google demonstra que não há aposta que não possa ser cancelada - e não me refiro a coisas como o inesquecível Google Reader, mas sim a projectos em que a Google tinha investido praticamente o seu futuro, como aconteceu com o Google+.

Penso que, mais que o preço e necessidade de comprar jogos "à parte", será este receio a poder fazer com que muitos jogadores prefiram manter a sua aposta nos serviços da Microsoft / Xbox ou Sony / PlayStation - que ao menos têm historial de que estão mesmo a sério neste sector. E mesmo assim, bem sabemos os riscos de confiar ou depender demasiado em coisas na cloud... Se hoje podemos pegar numa consola com 40 anos e jogar os jogos dela; alguém se arrisca a dizer que daqui por 40 anos poderá contar com qualquer um dos serviços de streaming de jogos desta época?

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]