2019/06/07

Google Stadia arranca em Novembro com mensalidade de €9.99


A Google já revelou finalmente o detalhe mais importante sobre o seu novo serviço de streaming de jogos Stadia - o preço - que será de €9.99 quando arrancar em Novembro, mas contará com uma modalidade gratuita no próximo ano.

Começando já pelas más notícias, o Google Stadia estará disponível no lançamento em 14 países, mas nos quais não se inclui Portugal, sendo eles: EUA, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Itália, Irlanda, Espanha, Holanda, Noruega, Reino Unido e Espanha. Nestes países, os interessados poderão fazer a pré-compra do pacote Founders Edition de €129 que contém:
  • um Chromecast Ultra
  • edição limitada do Stadia Controller em "Night Blue"
  • três meses do serviço Stadia Pro
  • três meses para um amigo
  • prioridade na escolha de um username no Stadia

O serviço Stadia Pro custará €9.99 por mês, mas não se pense que será um Netflix dos jogos. É certo que vai incluir alguns jogos gratuitos (que também estarão acessíveis numa modalidade gratuita que chegará no próximo ano), mas a ideia é que os jogadores continuem a comprar os jogos que quiserem aceder via streaming. Um sistema que não me parece que vá cativar os jogadores... mas o tempo o dirá.


A Google recomenda uma ligação mínima de 10Mbps para ter acesso a jogos com qualidade HD a 60fps, passando para os 20Mbps para jogos em Full HD, HDR, 60fps e som 5.1, e para os 35Mbps para ter acesso a jogos em 4K HDR a 60fps. Os jogos poderão ser jogados num televisor com um Chromecast Ultra, no Chrome, ou num Pixel 3, usando-se o controlador Stadia.

O primeiro jogo que estará disponível gratuitamente é o Destiny 2 (com todas as expansões), mas veremos que tal resulta a táctica de querer vender jogos em cima deste serviço de streaming. A lista de jogos anunciados é vasta, e incluí títulos como Dragon Ball Xenoverse 2, DOOM Eternal, Rage 2, The Elder Scrolls Online, Wolfenstein: Youngblood, Destiny 2, GRID, Metro Exodus, Final Fantasy XV, Tomb Raider Definitive Edition, Rise of the Tomb Raider, Shadow of the Tomb Raider, Borderlands 3, Mortal Kombat 11, Assassin’s Creed Odyssey, Just Dance, Tom Clancy’s Ghost Recon Breakpoint, Tom Clancy’s The Division 2, The Crew 2, entre muitos outros. E considerando-se o historial da Google mudar de ideias quanto aos seus serviços passados alguns anos... não se poderá criticar quem preferir apostar nos serviços de empresas que garantidamente estão empenhadas nesta área (como a MS ou a Sony).




3 comentários:

  1. se funcionar bem ate nao é mau compra se o jogo mas nao tem que se investir num pc.

    ResponderEliminar
  2. É o que já acontece com o nvidiageforcenow, eu tenho os jogos comprados na Steam e no Uplay e jogo pelo serviço da NVIDIA.

    ResponderEliminar
  3. Fazia mais sentido um Netflix dos jogos, afinal tem que se continuar a comprar. A mensalidade é do tipo PS Plus que vai dando um jogo de vez em quando.

    ResponderEliminar

[pub]