2019/07/19

Starhopper da SpaceX ficou envolto em chamas mas poderá voar na próxima semana


O teste de disparo do motor raptor do Starhopper da SpaceX deixou a nave completamente envolta em chamas, mas Elon Musk diz que não houve danos e que espera realizar o primeiro teste de voo na próxima semana.

Depois da explosão da cápsula Crew Dragon as atenções estão voltadas para o Starhopper, a versão de testes em escala reduzida da futura e imponente Starship. No entanto, receava-se que se estivesse perante uma situação idêntica, quando um teste de disparo dos novos motores raptor deixou o Starhopper completamente envolto em chamas.



Mas quando se temia o pior, Elon Musk veio assegurar as vantagens de ter uma nave feita em aço, dizendo que não houve qualquer dano e que espera prosseguir para o teste de "hover" já na próxima semana - em que o Starhopper deverá levantar voo, elevar-se até uma altura de cerca de 20 metros e manter a posição durante algum tempo até voltar a aterrar de forma controlada.



Este Starhopper de teste tem apenas um único motor Raptor, mas será seguido de uma versão com três motores quando chegar o momento de fazer testes de voo a maior altitude. A versão completa da Starship, com capacidade para 100 pessoas ou cerca de 150 toneladas, terá seis motores raptor. Segundo os planos da SpaceX, a Starship completa poderá fazer os primeiros voos em 2021 e eventualmente fazer a viagem de visita à Lua em 2023.


Actualização: o teste de voo também acabou com chamas inesparadas.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]