2019/08/25

Erros na localização de telemóveis obrigam Dinamarca a rever 10 mil casos


Dados errados sobre a localização de telemóveis fizeram com que vários casos na Dinamarca colocassem pessoas inocentes em locais de crimes - ou ilibassem potenciais criminosos - relembrando os perigos de acreditar cegamente em provas que poderiam parecer infalíveis.

Talvez ainda mais grave que descartar provas científicas, é acreditar cegamente em provas que podem ser erradas: algo que na Dinamarca vai obrigar a reexaminar mais de 10 mil casos, devido a erros na
localização dos telemóveis.

Foram detectados dois problemas. O primeiro fazia com que localização apresentada nos mapas fosse muito menos precisa do que aquela que era suposto ter; e a segunda podia fazer com que os telemóveis fossem erradamente associados a torres de comunicações erradas. A descoberta destas falhas põe em causa milhares de casos que foram julgados nos tribunais, desde 2012, e pode obrigar a que voltem a ser julgados casos onde os dados de localização (errados) tiveram papel decisivo nas condenações.

Por norma, os dados de localização dos telemóveis obtidos através de triangulação das torres é apresentado nos tribunais como sendo "fiável" e raramente posto em causa. Com esta situação na Dinamarca, fica demonstrado que isso está longe de ser uma verdade absoluta; e pode até fazer com que casos idênticos sejam postos em causa noutros países.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]