2019/08/11

Motor eléctrico HET promete revolução nos veículos eléctricos


A Linear Labs diz ter reinventado a arquitectura dos motores eléctricos, criando motores com muito maior binário e potência, e bastante mais eficientes que os habituais.

O motor eléctrico tem-se mantido praticamente inalterado desde a sua invenção, mas a Linear Labs diz ter conseguido grandes avanços com o seu novo motor eléctrico HET (Hunstable Electric Turbine). Os motores eléctricos actuais têm que ser normalmente associados a uma caixa de redução, para disponibilizarem uma rotação de saída adequada para automóveis enquanto mantêm rotações na gama de maior eficiência. Com os motores HET, a empresa diz que será possível dispensar a caixa de redução, já que o seu motor será capaz de disponibilizar muito mais binário a baixas rotações, mas também maior potência a rotações mais elevadas.



O "truque" é utilizar até quatro rotores em conjunto com uma bobina de formato inovador, que consegue "transformar" os campos magnéticos em função das necessidades.

Com este sistema, a Linear Labs diz será possível ter motores que funcionam suavemente a baixas rotações e que também podem funcionar a rotações elevadas; dispensando a caixa de redução mecânica (menor peso, custo e complexidade) e também sendo até 20% mais eficiente que um motor eléctrico convencional.

... Se for realmente tão bom quanto é anunciado, é de imaginar que não demore muito até começarmos a ver este tipo de motor ser aplicado em veículos.

22 comentários:

  1. Isso é uma "evolução" no desenho e desempenho dos motores elétricos, não há aqui nada de revolucionário.
    A existir revolução será a nível do armazenamento da energia elétrica, ou seja nas baterias e isso ainda esta para acontecer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então pq não fizesse antes..? Criticar é fácil...

      Eliminar
    2. Pq armazenar se pode produzir. a verdadeira revolução vem da democratização da energia. Não é tão difícil prduzi-la. O custo energético num sistema de metrô, e irrelevante perto da manutenção das máquinas e da logística de usuários.

      Eliminar
    3. O armazenamento nunca acontecerá, nem é solução para os sistemas de mobilidade elétrica

      Eliminar
    4. carros com pouco tempo de uso serão descartados sem fala dos estragos que estão vindo e virá com força.

      Eliminar
  2. Paulo, motor mais eficiente consome menos energia e faz aumentar a autonomia do veículo.

    ResponderEliminar
  3. enquanto a indústria do petróleo poder vai dificultar.

    ResponderEliminar
  4. O problema não é o motor, mas sim a bateria.

    ResponderEliminar
  5. Quanto mais eficiência dos motores elétricos. mais econômica de bateria. Melhor tradução para leigos e mais longe se poderá chegar sem precisar recarregar as baterias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas claro que toda evolução da eficiência é bem vinda

      Eliminar
  6. Grandes evoluções são feitas com pequenos passos, a indústria do petróleo leva mais uma facada pois são outras e novas empresas em nada ligadas ao petróleo a querer inovar o setor elétrico, não existem cartéis pois é tudo relativamente novo na procura de ser o primeiro = € em encontrar soluções para o mercado automóvel.

    ResponderEliminar
  7. Esse modelo de motor é já é usado em máquinas de lavar roupa. A LG foi a das primeiras a usar esse modelo de motor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa! Parabéns. Eu tambem havia identificado este tipo de motor. Mas qualquer evolução sempre é bem vinda e todos nós sairemos ganhando vantagens no final das contas. Muito bom!

      Eliminar
  8. Eu posso estar enganado mas esse motor não parece ser tão inovador assim. Ele parece muito com o motor 'direct drive' de máquinas de lavar.
    Mas é muito interessante um motor desses nos carros.
    Além do que a autonomia aumenta devido a eficiência do motor.

    ResponderEliminar
  9. Motores de alto torque já existem dispensando os redutores vejam os motores da bauhnmoeller ja utilizam esses sistemas

    ResponderEliminar
  10. Motor "direct drive" é aquele que dispensa caixa de redução.

    ResponderEliminar
  11. Pelo que entendi este novo motor não tem apenas um campo fixo,por exemplo :2 polos 4 polos 6 polos ....
    O drive inversor de frequência responsável por variar a velocidade do motor atual perde torque quando de afasta da frequência nativa do motor.
    A ideia apresentada pelo que entendi e que o mesmo motor opere com vários enrolamentos em seu estator ou seja 2 polos,4 polos ,6,polos,oito polos.operando assim sem perda de torque a medida que se afasta da frequência nativa de operação do motor, desta forma nao necessita mais da caixa de redução pois opera com muitos polos ( elimina os saltos em baixa rotacao e ao mesmo tempo nao perde torque!)

    ResponderEliminar
  12. Clássica matéria da desinformação. Se os usuários acreditarem que precisam armazenar, vc pode vender energia. A produção local da energia através do hidrogênio não é um problema tão grande.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas para produ, ir hidrogénio também é necessário energia, não?

      Eliminar
  13. Quanto mais baixa é o número de polos do motor mais torque. Então se no mesmo motor tiver 2,4,6,8 polos faz a redução no mesmo motor e freio também. Os carros elétricos já existe funcionando nas indústrias de petróleo como empilhadeiras e mais. O problema todo está é nas baterias. Eu já faço manutenção em empilhadeiras elétricas a 30 anos. O motor elétrico tem vida útil de mais de 30 mil quilômetros enquanto motor a combustão sofre para chegar a 800 km. Motor elétrico difícil dar defeito quase impossível

    ResponderEliminar
  14. Este motor eléctrico não parece ser extremamente inovador, pelo que, como dito acima nos comentários, é muito semelhante aos motores Direct Drive das máquinas de lavar roupa da LG.
    Para além disso, os motores AC têm elevada eficiência e, geralmente, motores mais potentes demonstram melhor eficiência, pelo que é bastante comum haver motores AC com eficiência igual ou superior a 96%...
    Agora, se me disserem que caixas de redução muitas vezes implicam perdas energéticas e perdas de eficiência, aí já concordo.

    ResponderEliminar
  15. esta para breve baterias inteligentes geridas por células em que a bateria carrega curto espaço de tempo cada carga acumula energia pata 300 km tempo de carga maximo 5 minutos

    ResponderEliminar

[pub]