2019/08/30

TVI manipula resultados do Barómetro: #CostaMAL vs #CostaBEM?


A TVI parece ter-se equivocado a fazer a contagem da votação do público referente a uma entrevista ao primeiro-ministro António Costa, dizendo que o público achou que esteve "mal", quando na realidade a maioria dos votos disse que esteve "bem".

A TVI realizou uma entrevista em que convidava os espectadores a deixarem a sua votação mediante a utilização de #CostaMAL ou #CostaBEM no Twitter. Uma forma simples e imediata de avaliar a reacção do público, mas que estranhamente resultou em conclusões erradas, dando como resultado do barómetro a vitória ao #CostaMAL indicando que foi essa a votação de 58% do público, num universo de 5.695 participantes.

Esse número de participações parecia ser bastante reduzido para um programa de TV, o que fez o nosso João Pina (o criador do Fogos.pt) estranhar, e decidir verificar essa contagem.





E pouco depois, também Miguel Won dava a contagem, indicando ter obtido 3.136 votos para #CostaBEM e 2.981 para #CostaMAL, o que resulta num total de 6.117 votos com uma maioria de 51% a favor do #CostaBEM.

Ora bem, poderia assumir-se uma discrepância devido à existência de novos votos lançados depois do programa - o que ajudaria a explicar os 6.117 votos vs os 5.695 indicados pela TVI. Mas mesmo que assim fosse, para que se tivesse obtido 58% de votos no #CostaMAL teria sido necessário existirem pelo menos 3.303 votos "mal"; o que não coincide com a contagem actualmente disponível.

... Ou há centenas de utilizadores que votaram no #CostaMAL e decidiram apagar os seus tweets após o fim do programa, ou a TVI terá que rever a forma como está a contabilizar a contagem de hashtags no Twitter (neste e noutras entrevistas feitas usando o mesmo sistema) e emitir um pedido de desculpa aos entrevistados e aos tele-espectadores por ter apresentados resultados que podiam estar invertidos da realidade. (Depois não se podem queixar por existir um clima de desconfiança relativamente aos orgãos de comunicação social...)


Nota: E nem sequer estamos a entrar na questão da qualidade das votações, analisando quantas terão sido feitas por contas suspeitas, criadas nos últimos dias, ou sem seguidores, etc. Algo que seria também interessante de se fazer e que poderia trazer mais credibilidade ao barómetro da TVI. Mas por agora, bastará que comecem por fazer as contagens correctas.

5 comentários:

  1. Ora aqui está o que eu já havia catalogado de farsa relés onde a manipulação reinou. Agora é tarde e está notícia vem fora de hora. Com a Catarina Martins aconteceu o mesmo. De facto a mentira está espalhada e não há forma de a corrigir.

    ResponderEliminar
  2. Mas o que é que deu o resultado da Catarina?

    ResponderEliminar
  3. Se não podem garantir se houve ou não votantes que entretanto apagaram o tweet e se essa possibilidade existe, não percebo qual é a garantia, de que as contas estão mal feitas?!

    ResponderEliminar
  4. Também fiquei surpreendida com a percentagem apresentada pela TVI no programa #costabem#costamal
    . . Fui rever os Twitter e havia pelo menos 1 pessoa que votou 4 vezes, com o mesmo perfil #costamal” . Não sei se só foi contabilizado 1 voto ou os 4. Mas a TVI tem que informar como está a fazer essa contagem

    ResponderEliminar
  5. Bom mas isto não é novidade,e a contagem da cristãs bem deu mais portanto positivo,mas as autoridades não ligam a isto,ou andam distraídos e não passam cartucho como se costuma dizer,mas se assim é estão a fazêr um mau serviço ao cidadão.
    Aliás toda a comunicação social escrita falada e televisionada, está uma lástima,tendenciosa,admira-me ouvir dizer que Antônio Costa tem uma boa imprensa.

    ResponderEliminar

[pub]