2019/09/23

iPhone 11 Pro mais lento que iPhone XS em teste de abrir apps


O iPhone 11 Pro vem com mais recente e veloz chip A13 da Apple, mas os primeiros testes parecem indicar que é substancialmente mais lento que o anterior A12 em situações do dia a dia.

Num teste de velocidade a abrir apps, com segundo ronda de reabrir as mesmas apps para ver até que ponto o sistema as consegue manter em memória, o iPhone 11 Pro destacou-se... pela negativa, sendo substancialmente mais lento que o iPhone XS do ano passado. Na primeira ronda o iPhone 11 Pro conseguiu um tempo idêntico ao do iPhone XS, mas na segunda ronda perdeu imenso tempo. O iPhone XS terminou com um tempo de 5:21 - com o 11 Pro a demorar quase mais 30 segundos(!) ficando-se pelos 5:49.

Isto revela duas situações. A primeira é que a velocidade adicional do A13 não parece estar a ser aproveitada para o arranque das apps, a segunda é que, por qualquer motivo (bug do iOS 13, ou outro), a gestão da memória também está a penalizar o iPhone 11 Pro face ao iPhone XS.

Há suspeitas que a situação poderá estar relacionada com o novo conjunto de três câmaras ter obrigado a reservar parte da memória... mas de qualquer forma isso não explicaria que o desempenho do 11 Pro acabasse por ser idêntico, e pior, que o do iPhone anterior.

Esperemos que não esteja relacionado com o novo sistema de lidar com baterias envelhecidas, e que pudesse ter sido activado prematuramente - abrandando o funcionamento - até mesmo com baterias novas.


7 comentários:

  1. Pergunto-me a mim próprio quando é que a "bactéria" da febre pelos "ifones" me irá atacar...

    Sinceramente, haverá ainda um mínimo de racionalidade para gastar tanto papel num modelo tecnológico que não aposta na própria racionalidade?

    Qual é mesmo a verdadeira "razão" para se usar esses equipamentos em detrimento de outros equivalentes (tão ou mais funcionais que esses ) mas mais económicos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A essa questão também eu gostava que me respondessem, mas o que parece que está mesmo em causa é a natureza humana.

      Eliminar
    2. eu não sou em nada fã de iphones,nem da apple, na verdade se me considerar fã de alguma marca tecnológica é da honor, mas a apple acertou na mouche com este iphone. a camera é completamente impressionante, a melhor do mercado, o ecrã é muito bom mesmo (o notch sinceramente não me chateia) o som como em todos os iphones é excelente, a performance continua a ser boa mesmo com esse ligueiro problema que será com certeza ser corrigido no ios 13.1 que trás um monte de melhorias e irá desbloquear um chip que irá melhorar a camera ainda mais (aqui a apple deveria ter lançado o telefone com estas melhorias e falhou) e por fim a bateria do pro plus é a melhor de sempre num flagship (o mrwhostheboss já fez o teste e o 11 pro plus teve o melhor resultado de sempre) e por fim este iphone é o que tem a melhor resistência á água estando homologado para uma profundidade de 4 metros. estou extremamente feliz com o meu honor 10 que ainda me vai durar alguns anos (se não ocorrer incidentes) mas que este iphone 11 me impressionou, impressionou.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    4. É muito simples: o iPhone já não é um smartphone, é um acessório de moda. Quem compra um relógio Gucci não é por certo pela tecnologia.

      Eliminar
    5. O pessoal fala no preço do iPhone e de como é caro, mas a verdade é que os restantes telefones de topo de outras marcas, também o são.
      Custa-me tanto dar 1000€ por um iPhone como por um Galaxy, Nexus ou outra coisa qualquer.

      O pessoal fala que quem compra um iPhone é por estatuto, é por que é um acessório de moda. Mas e os restantes? Quem comprava o Nokia 9000 nos anos 90, na sua maior parte era para fazer chamadas. As pessoas não mudaram, mudou sim o objecto associado ao estatuto.

      Aprendam uma coisa o preço dos topos de gama mais que duplicou nos últimos 10 anos porque o pessoal está disposto a pagar, seja um iPhone, um Galaxy, um Nexus, ou outra coisa qualquer...

      Usem o que mais vos convém, o que vos agradar mais e acima de tudo o mais for compatível com a vossa carteira. E se procuram um telefone com excelentes capacidades sem ter de andar com uma telha no bolso, o iPhone é uma boa opção, como é o Galaxy S10e. Eu ainda uso o meu Galaxy S7, porque tem as proporções que eu acho corretas, e porque acima de tudo ainda não apareceu algo que justificasse a sua troca.

      Agora isto de que quem compra Apple é por estatuto e quem gasta o mesmo num Samsung não, já começa a cansar um bocado.

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar

[pub]