2019/09/08

Tesla Roadster pode estrear limpa-pára-brisas electromagnético


O novo Tesla Roadster é um carro que promete redefinir o segmento dos super-carros; e poderá fazê-lo também em detalhes aparentemente tão insignificantes quanto o limpa-pára-brisas.

O limpa-pára-brisas é um dos acessórios indispensáveis em qualquer automóvel (que tenha pára-brisas), mas que muitas vezes não "liga bem" com o design do veículo. Não é por isso surpresa que muitas marcas tentem escondê-los ao máximo, sob o capot, ou até no pilares do automóvel.


Basta olhar para um dos protótipos do Tesla Roadster com escova no pára-brisas, para se ver que arruina por completo o design do carro, quando comparado com os protótipo sem escovas. Mas a Tesla poderá ter a solução para isso, sob a forma de um limpa-pára-brisas electromagnético.


A Tesla fez o pedido de uma patente para limpa pára-brisas electromagnético que dispensaria a complexidade mecânica das escovas normais, e no processo também os tornaria bastante mais eficientes em termos energéticos e a nível de manutenção, com menos peças móveis. O sistema recorreria a um actuador electromagnético linear, que faria a escova atravessar horizontalmente o pára-brisas, cobrindo toda a área, em vez dos habituais semi-círculos dos mecanismos tradicionais (ou dos sistemas mais complexos, como os utilizados nalguns Mercedes, para se apanhar mais área).

Para além de permitir limpar secções específicas do pára-brisas, se necessário, tem ainda a vantagem adicional de também ser recolhido completamente para uma secção à frente do para-brisas quando não está em uso, permitindo o design "limpo" e aerodinâmico desejado.

Seria o tipo de limpa-pára-brisas que assentaria perfeitamente no novo Roadster! :)

9 comentários:

  1. Complexidade desnecessária para se um dia avariar em vez de se pagar 100 euros para por um novo motor pagarmos 1000.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu penso exactamente assim, é por isso que ainda ando com um Nokia 3210

      Eliminar
    2. E como fizeste o comentário? Por carta regista ou pombo correio?

      Eliminar
    3. Só comentários. 'retro'
      Para alguns, em dia chuvoso, o melhor mesmo, seria parar o carro e ir tirar a água com um trapo.

      Eliminar
    4. Ou o truque de passar uma batata cortada... :)

      Eliminar
  2. E outros andam de burro...
    Inovar faz falta. Nem que seja para outros desenvolverem competição tecnológica.

    ResponderEliminar
  3. Não são os primeiros a pensar substituir os limpa vidros, há quem já tenha tentado aplicar a mesma tecnologia usada nos aviões de combate.

    ResponderEliminar
  4. Perfeito.Só mesmo um modelo tesla poderia exibir uma tecnologia deste tipo.
    Com certeza a duração será maior do que nos tradicionais limpa para- brisas e por isso uma manutenção menos dispendiosa.E quem se importa com um pormenor deste tipo?Quem tem um tesla nem sequer pensa nisso,somente em disfrutar da maravilhosa tecnologia.

    ResponderEliminar

[pub]