2019/10/28

Umidigi Power 3 enfrenta Redmi Note 8 com preço de $149


A Umidigi já revelou o preço do seu smartphone Power 3 com bateria de 6150mAh, e posiciona-o como alternativa ao popular Xiaomi Redmi Note 8, por um valor de $149.99 (cerca de 135 euros).

O Umidigi Power 3 vem com ecrã FHD+ de 6.53" que troca o notch por um furo mais discreto para a câmara frontal de 16MP, CPU Helio P60, 4GB de RAM, 64GB + microSD (até 256GB), Bluetooth 5.0, Dual SIM, ficha headphones de 3.5mm, USB-C, NFC, a bateria de 6150mAh já referida acima, e também o mais recente Android 10 com suporte para detecção "Ok Google" - sendo este último um argumento de peso para quem não apreciar a MIUI da Xiaomi e preferir um sistema Android sem modificações.

Percebe-se por isso a vontade da marca o apresentar como concorrente directo do Redmi Note 8, modelo que supera em todas as características de hardware - sendo que no entanto, teria sido mais simpático recorrer ao Snapdragon 667 do Redmi Note 8, do que optar pelo Helio P60 da MediaTek (mesmo apresentando resultados idênticos nos becnhmarks).


Nas câmaras temos o conjunto de 48MP+8MP+2MP+2MP do Note 8 face aos 48MP+13MP+5MP+5MP do Power 3, mais bandas LTE suportadas, maior capacidade de carga e carga reversa, e claro: a bateria com mais de 50% de capacidade, com 6150mAh vs 4000mAh. E tudo isto por um preço mais reduzido.


Em vez dos $199.99 anunciados, a Umidigi vai vender o Power 3 por apenas $149.99 (cerca de 135 euros) na sua loja no próximo dia 11/11 - o popular "Single's Day" que funciona como uma espécie de Black Friday adiantada na China e que, indirectamente, também se faz sentir um pouco por todo o mundo.

A recomendação da marca é a habitual, de que os interessados adicionem desde já o Power 3 ao seu carrinho de compras no site, para garantirem o acesso ao preço reduzido no dia da promoção; sendo que as primeiras 500 compras também têm direito a earphones Bluetooth de oferta. Também não custará participarem no passatempo da Umidigi que vos pode dar um Power 3 gratuito.

1 comentário:

  1. Para ser sincero prefiro os smartphones com processador MTK, em caso de ficarem ""brickados" facilmente lhe reinstalo a firmware. Este está com características e preço bem bom.

    ResponderEliminar

[pub]