2019/11/29

Algoritmo genético Geneva aprende a escapar à censura digital


Investigadores criaram um algoritmo chamado Geneva (de Genetic Evasion) que tem conseguido elaborar técnicas capazes de escapar a sistemas de censura digital como os que são utilizados na China e um número crescente de países.

A Internet pode ligar-nos ao mundo, mas pode também servir como um canal onde tudo o que se faz e vê é controlado. São cada vez mais os países que têm limitado a liberdade da Internet (a China sendo um dos exemplos mais frequentes), mas até aqui ao lado, em Espanha, estão a ser aprovadas medidas que permitem suprimir a Internet sempre que o governo em funções assim o determinar. É por isso importante arranjar formas de continuar a comunicar, mesmo em redes onde a censura impere, e é isso que este Geneva consegue fazer de forma exemplar.

Usando uma metodologia genética de adaptação, aprendizagem e evolução, o Geneva conseguiu, em poucas horas, descobrir por si mesmo as técnicas já conhecidas que visam escapar aos sistemas de censura, assim como novas técnicas que ainda não eram conhecidas.

A ideia é interessante, mas temo que será apenas uma questão de tempo até que os sistemas de censura adoptem algoritmos idênticos com o propósito oposto: o de também aprenderem e evoluírem por forma a combaterem estas técnicas de evasão. Será a mera continuação do conflito que se aplica a muitas outras áreas (como a da biologia, onde os organismos vivos também estão continuamente sob ataque de potenciais vírus e bactérias, numa guerra sem fim) e onde nos resta esperar que os algoritmos que aprendam a escapar à censura tenham sempre uma ligeira vantagem sobre os que a tentam assegurar.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]