2019/11/03

Espanha vai espiar localização de todos os telemóveis durante 4 dias


O Instituto Nacional de Estatísticas Espanhol vai seguir a localização de todos os smartphones em Espanha durante quatro dias em Novembro, no âmbito de um estudo sobre mobilidade.

A ideia é tirar partido destes apetecíveis dados para obter informação sobre o fluxo de movimentação dos espanhóis, e tenta apaziguar as entidades de defesa da privacidade garantindo que todos os dados, que serão fornecidos pelas três maiores operadoras, estarão completamente "anonimizados". O problema com esta explicação é que, como já foi demonstrado por múltiplas vezes no passado, é extremamente complicado anonimizar dados de geolocalização, já que a maioria dos percursos e padrões de movimentos é, por si só, mais que suficiente para identificar pessoas individuais.

Mas a questão é que neste caso até se pode argumentar que é uma utilização destes dados para benefício público, se assumirmos que venha a resultar em coisas como o reforço das redes de transportes públicos nas zonas onde for detectada maior necessidade. Sendo que o caricato é que toda esta informação nem sequer necessitaria ser recolhida num determinado dia especial, pois são dados que as operadoras já recolhem e armazenam - e muitas vezes sendo vendidos e usados para "sabe-se lá que fins"! Ou seja, seria muito mais simples o INE simplesmente pedir o acesso a estes dados, e já teria toda a informação que poderia desejar.

No mínimo, esta situação poderá ajudar a relembrar todos os cidadãos que, embora o INE até só vá recolher estes dados por alguns dias, os operadores de telecomunicações o fazem a tempo inteiro, de forma continuada, e sem qualquer hipótese dos clientes poderem escapar a isso (a não ser desligando o smartphone); já que este tipo de localização é feito de forma completamente independente das opções de privacidade e localização que definam nos seus smartphones.

4 comentários:

  1. Eu acho que nem desligando os aparelhos estamos a salvo. E digo isto porque tentava em vão mudar o meu IP desligando e voltando a ligar o router de internet móvel, funcionava quando tinha ADSL, neste caso simplesmente não funcionava. O aparelho em questão tinha bateria interna, a bateria inchou o que me levou a removê-la. Depois disso, já sem bateria quando desligava o aparelho da corrente o IP já mudava. Não sei se esta fundamentação é suficiente, mas leva-me a crer que os aparelhos mantêm algum tipo de conecção com a rede mesmo "desligados".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mesmo desligando o telemóvel é possível às autoridades obter a localização do mesmo. Isto foi implementado em todos os telemóveis após o 11 de Setembro, só em telemóveis anteriores se consegue estar mesmo desligado a 100%.

      Eliminar
    2. Ora está aí um alerta importante que acho que merecia ser mais vezes explicado ao público em geral.

      Eliminar
  2. Big brother móvel😝.. Quem não deve não teme.

    ResponderEliminar

[pub]