2019/11/26

Facebook Viewpoints tenta recolha de dados de forma menos polémica


Depois de ter secretamente usado a app Onavo para espiar os hábitos dos utilizadores, sem que fosse imediata a relação entre uma app de VPN e o Facebook, o Facebook volta à carga com nova app para conhecer as preferências dos utilizadores, mas agora de forma mais clara.

O Facebook Viewpoints começa por assumir desde logo que se trata de um serviço do Facebook (já está mais que visto que tentar esconder esse tipo de coisa já não funciona nem seria admissível nos tempos que correm). A app destina-se a apresentar inquéritos aos utilizadores - por agora apenas nos EUA, com promessa de expansão a mais países no próximo ano - e recorre a um dos métodos mais eficazes para atrair utilizadores: pagando-lhes pelo seu tempo.

Um dos inquéritos iniciais, que demora cerca de 15 minutos a completar, dá uma recompensa de 1000 pontos que se traduzem em cerca de $5 que serão recebidos via PayPal.

Desta vez, o Facebook terá que se contentar com as respostas que forem dadas pelos utilizadores (que terão que contemplar coisas como respostas propositadamente erradas) em vez de espiar directamente aquilo que eles fazem - como acontecia com as suas apps anteriores. Pelo que os resultados obtidos estarão longe de ser tão valiosos ou apetecíveis como aqueles que o Facebook desejaria.

No passado, o Facebook poderia saber exactamente quantas vezes e em que momentos o utilizador usava cada app dos seus concorrentes; agora, terá que confiar na palavra do utilizador caso lhe pergunte se usa a app X e por quantas vezes. Mas, esses tempos poderão ter chegado ao fim, a não ser que comecem a ser obtidos através de outras técnicas criativas, ainda por revelar.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]