2019/11/29

PureVPN com desconto de 88% para a Black Friday


A PureVPN tem nova campanha de desconto para a Black Friday, que promete descontos de 88% na subscrição do seu serviço de VPN.

Nem sempre é fácil acompanhar todas as promoções da PureVPN, mas para esta Black Friday a sua proposta oficial é a de um desconto de 88% para o plano de 5 anos, resultando num total de €71 (o que dá uma mensalidade de apenas €1.18). Nada mau para ter acesso a um serviço que nos deixa aceder à internet a partir de praticamente qualquer ponto do globo, incluindo o acesso a serviços que pudessem estar geo-bloqueados a países como os EUA, Japão, ou outros - incluindo o acesso ao catálogo mais abrangente em serviços de streaming, ou até aos próprios serviços de streaming, como o Disney+, entre outros.

De notar que, para além da funcionalidade de nos deixar aceder à internet como se se estivesse noutro país à nossa escolha, este serviço garante também a segurança acrescida ao aceder à internet a partir de qualquer hotspot desconhecido. Aliás, protege até a nossa ligações doméstica, ao impedir que o nosso próprio operador possa espiar que sites ou serviços utilizamos na net.


Tendo em conta tudo isso, o valor de cerca de 1 euro por mês que é pedido, torna-se num pequeno valor a pagar pela protecção adicional proporcionada por um serviço de VPN. E neste caso em concreto, depois não terão que pensar mais no assunto durante os próximos 5 anos.

Actualização: podem usar o código blackfriday10 para um desconto adicional de 10%.

4 comentários:

  1. https://www.reddit.com/r/VPN/comments/74xd8i/pure_vpn_lies_about_keeping_logs/

    É sem duvida um preço muito bom...mas os gajos estiveram envolvidos em polemicas há uns meses. Não sei até que ponto é uma boa VPN

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso foi há cerca de 2 anos. Recentemente já revelaram uma auditoria a confirmar que não há logs:
      https://abertoatedemadrugada.com/2019/09/purevpn-sem-logs-confirmada-por.html

      ... Mas como em tudo, vale o que vale.

      Eliminar
    2. Exacto, obrigado pela resposta.

      Por acaso tinha ficado com a ideia que era mais recente.

      Eliminar
  2. Um operador de VPN honesto não pode dizer aos clientes que não há registos de espécie alguma, porque para tal teriam de ter o seu próprio centro de dados físico não partilhado com mais ninguém, e terem as suas próprias ligações à Internet... que eu tenha conhecimento nenhuma empresa de VPN tem de facto centro de dados próprios e ligações à Internet próprios... logo podem ser monitorizados pelos centros de dados e/ ou por quem fornece a ligação à Internet.
    Além disso um operador de VPN mais honesto que li diz claramente que é mentira que os outros não consigam ter acesso a registos porque basicamente todos limitam quer seja o número de dispositivos que se podem ligar, quanto tráfego geram de facto e por aí em diante e tal implica manter alguma espécie de registo em algum momento que poderá ou não ser descartado... não ter nada a registar no servidor final não significa que não possam estar a registar num servidor externo, ou que não tenham algo a monitorizar a entrada e a saída de ligações para o servidor e fazer a correlação e outros truques sujos que muitos operadores de VPN usam para fingir que não há registos... no final do dia ninguém pode garantir a 100% que não existe registos se a coisa for investigada a fundo e existir vontade do operador em obter a informação e/ ou de quem lhes fornece o acesso/ equipamento/ instalações.
    O melhor que o dito operador de VPN recomenda é usar múltiplas ligações VPN de tal forma que nenhum operador individualmente consiga saber quer a origem e destino dos dados em trânsito. Isto implica criar localmente uma sucessão de entre 3 a 5 ligações (para que a ligação seja utilizável) entre VPNs de tal forma que vão enviando o tráfego de umas para as outras sem realmente conseguirem ver o IP originário e final em simultâneo. É um pouco como faz a Onion ("Tor")... encandeiam 3 servidores e estão "privados"... nenhum deles, em teoria, consegue ver qual a origem e o destino final e é isso que em princípio protege a correlação entre aquilo que o ISP vê e aquilo que o servidor destinatário vê.

    ResponderEliminar

[pub]