2019/12/06

Nest Display ajusta-se à proximidade das pessoas


A Google tem uma funcionalidade curiosa nos seus Nest Displays, que modificam a forma de apresentar informação dependendo da distância a que os utilizadores estão.

Os smart displays da Google tentam apresentar a informação mais relevante para o utilizador a cada momento, mas têm que ter em consideração se a pessoa estará do outro lado da sala ou, eventualmente, "colada" ao ecrã. Para diferenciar essas situações a Google recorre aos ultra-sons, evitando o recurso à utilização de câmaras - que automaticamente levantariam preocupações em termos de privacidade.

Assim, algo como um temporizador pode simplesmente apresentar números de grandes dimensões quando os utilizadores estão longe, reduzindo o seu tamanho e apresentando os controlos do mesmo apenas quando alguém se aproximar. E no caso das condições de trânsito, pode apenas apresentar o tempo estimado para chegar ao destino (como o trabalho), também reservando a apresentação do mapa e informação mais detalhada para quando o utilizador estiver por perto.


Curiosamente esta capacidade de detecção da distância estava inicialmente prevista para ser usada para melhorar a experiência de utilização para pessoas com visão reduzida, mas acaba por ser útil para todos os utilizadores.

É de prever que este tipo de computação "posicional", com os equipamentos a terem uma melhor noção do mundo à sua volta e de onde e como estão os utilizadores, se vá ampliando no futuro. Há apenas que ter a devida atenção para que isso seja feito como forma de melhorar a interacção com os utilizadores, e não como forma de recolher ainda mais dados sobre eles!

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]