2019/12/20

Pixel 3 podia ter tido ecrã de 120Hz


No reino das considerações do que poderia ter acontecido, a Google considerou a possibilidade de usar um ecrã de 120Hz no Pixel 3.

Embora a maioria das pessoas olhe para os produtos como produtos acabados, há todo um processo de desenvolvimento que envolve inúmeras decisões e opções, condicionadas por infinitos factores. São opções que ficam perdidas no decorrer da história, mas que desta vez surgiram a propósito do Pixel 3 da Google.

Embora a Google pretendesse usar um ecrã OLED no Pixel 3, as preocupações com o burn-in e qualidade da imagem fizeram com que se mantivesse em cima da mesa a possibilidade de utilizar em alternativa um ecrã LCD de 120Hz.

Era uma decisão que teria sido interessante, mas que não veio a acontecer. E só este ano, no Pixel 4, a Google voltou a pegar na ideia, e desta vez optando por um ecrã OLED - mas que se ficou pelos 90Hz em vez dos 120Hz, por considerar que os 90Hz "são suficiente" para proporcionar melhorias face aos 60Hz sem necessidade de dar o salto para o dobro. A questão é que, neste momento, os 90Hz do Pixel 4 já contam com bastante concorrência (como dos OnePlus mais recentes, para não falar dos modelos "gaming")... e longe de ter o impacto que teria se a Google tivesse feito isto no Pixel 3 com um ecrã de 120Hz.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]