2019/12/08

Tesla começa a cobrar mensalidade para dados


Depois de muitos adiamentos, chegou finalmente o temido dia em que a Tesla vai começar a cobrar uma mensalidade pelo acesso à internet nos seus veículos - para quem optar pelo pack de conectividade "Premium".

A Tesla há muito que vinha a alertar para que o serviço de acesso à internet nos seus automóveis iria passar a ser pago, mas sem que tivesse feito qualquer alteração nesse sentido... até agora. A Tesla revela finalmente que a ligação "Premium" irá custar 9.99 dólares mensais - depois do ano de acesso gratuito que vem incluído nos automóveis.

O pack de conectividade Premium inclui coisas como a visão de satélite nos mapas, informação de trânsito em tempo real, acesso à internet via browser, streaming de música, streaming de filmes (com o carro parado), e "caraoke". Quem não pagar a mensalidade, passará para a conectividade standard, em que continuará a ter o carro ligado a internet, mas apenas com acesso ao serviço de navegação básico. Curiosamente, mesmo para quem optar por usar o seu smartphone como hotspot WiFi, poderá usar os serviços do browser, e streaming, mas não o de acesso à informação de trânsito em tempo real ou mapas com visão de satélite!

São cerca de 120 dólares por ano que, não sendo exagerados face aos benefícios que trazem, passam a ter que ser considerados na contabilização dos custos recorrentes dos Tesla...

4 comentários:

  1. Deviam era cobrar os supercarregadores. Sempre achei absurdo oferecerem os carregamentos, porque demoram muito tempo a serem feitos e estão a encorajar o pessoal a não carregar em casa e ir para lá. Isso causa o cause com os carregadores sempre cheios. O normal seria o pessoal carregar em casa e usar o supercarregadore apenas em caso de necessidade, numa grande viagem. Mas tudo bem, não sou eu que tenho de estar lá à espera, é só a opinião de um fã da marca.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os SC não são pagos porque ainda não o podem fazer em Portugal. Chegará o dia em que o poderão fazer

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar

[pub]