2019/12/18

Tesla limita Autopilot na Europa


Embora a Tesla continue a prometer um Autopilot cada vez mais capaz, na Europa a empresa de Elon Musk está a alertar quem tenha os Model S e Model X que a próxima actualização irá limitar as capacidades do Autopilot.

A medida visa cumprir com a legislação europeia, e irá afectar apenas os Model S e Model X que ainda não tiverem estas alterações (que já estão implementadas nos Model 3). Entre elas encontram-se coisas como um limite máximo de 15 segundos sem as mãos no volante quando se tem o Autopilot activado, mudança de via automática com limitações de tempo e apenas possível em estradas com divisória entre faixas, summon com o utilizador a uma distância de 6 metros do veículo, e redução do grau de rodagem do volante permitido durante o Autopilot - o que pode impedir que o Autopilot possa fazer automaticamente curvas mais apertadas.

São limitações que reduzem drasticamente as funcionalidades do Autopilot face ao que é possível nos EUA, mas que estão a cargo das entidades europeias responsáveis - sendo elas que terão que actualizar as regras para melhor acolherem as capacidades acrescidas de sistemas como o Autopilot.

Seja como for, isto continua a fazer que os Europeus que pagam os milhares de euros extra pelo acesso ao Autopilot completo continuam a estar prejudicados face aos seus congéneres norte-americanos.



Também de notar que, a apenas duas semanas do final do ano, a Tesla continua a prometer no seu site para Portugal que o Autopilot irá ter capacidade para condução automática em estradas citadinas, reconhecer semáforos e sinais de stop, e o enhanced summon que permitiria condução 100% autónoma em parques de estacionamento. Uma promessa que desde logo vai contra as restrições aplicadas em cima, onde se obriga o condutor a estar a poucos metros do carro para usar o summon "básico".

7 comentários:

  1. Não são todos os S e X. Só os que tenham a versão mais antiga do hardware do auto pilot. Os outros todos (modelo S, X e 3) já têm essas limitações.

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. é a função que a tesla tem de poderes "invocar"/"chamar" o tesla para ir ter contigo, por exemplo do lugar onde está estacionado no parque de um cento comercial até ao pé de ti à porta do mesmo ...

      Eliminar
    2. Ao estilo do KITT do Justiceiro .. hehehe

      Eliminar
    3. O Summon normal permite-te fazer com que o carro "chegue à frente / atrás" (fazendo pequenas correcções no volante se necessário), ideal para meter /tirar o carro numa garagem ou lugar estacionamento apertado.
      O Smart Summon permite que, por exemplo, mal saias da porta de um loja, "chames o carro" e ele sozinho saia do estacionamento, mesmo estando a dezenas de metros de distância, e venha ter contigo de forma autónoma.

      Eliminar
  3. Carlos estas alterações são únicamente de segurança, acho muito bem que seja feito, até devia ser mais apertado, pra evitar o que aconteceu lá fora.
    OS Americanos são experts em proteger as empresas deles e "castigar" as estrangeiras ao contrario da EU. Temos o caso dos acidentes graves da Tesla que não foi castigada pelos erros de decisao do Auto-Pilot, a Boing que foi protegida e causou a morte a mais de 300 pessoas no 737, já a VW não matou ninguem mas levou uma multa.....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que aconteceu lá fora não deixa de ser culpa dos condutores. O que se pode "culpar" a Tesla é fazer passar a imagem que o Autopilot é mais capaz do que é na realidade, e depois limitar-se a colocar o aviso de que é preciso estar atento.
      É realmente preciso estar permanentemente atento, e isso deveria ser bastante mais vincado (aliás, cá na Europa tens que estar constantemente com a mão no volante a mostrar isso, a cada 15 seg. em vez de poderes ficar minutos a "dormir").

      Eliminar

[pub]