2020/01/16

Descobertas mais apps "chulice" na Play Store que cobravam subscrições indevidamente


Não há fim às formas criativas utilizadas para roubar dinheiro às pessoas, e agora temos novo lote de mais de 20 apps Android que cobravam até $200 por subscrições que os utilizadores não desejavam.

Esta nova categoria de apps designada por "fleeceware" recorrer a múltiplas técnicas para enganar os utilizador por forma a que lhes sejam cobrados valores indesejados ou excessivos; e desta vez eram apps que ofereciam um período de experimentação gratuito - tirando partido do desconhecimento dos utilizadores de que a simples desinstalação das apps não impedia que os valores fossem cobrados.


Foram descobertas mais de 20 apps na Play Store a usarem esta técnica, e que já terão chegado a 600 milhões de pessoas - embora se desconheça quantas delas terão efectivamente activado o modo "trial" gratuito, após o qual começaria a ser cobrado o valor da subscrição.

Os developers legítimos têm por hábito cancelar a subscrição no caso dos utilizadores desinstalarem a app durante o período de experimentação - mas neste caso, as apps continuavam a considerar que o cliente subscrevia o serviço mesmo se tivesse desinstalado a app, com valores que podiam ir dos $6.99 semanais aos $199.99 anuais.



Penso que em vez de deixar isto a cargo da boa vontade dos developers, seria muito mais eficiente que fosse o próprio sistema Android a apresentar um alerta com a opção de cancelar todo e qualquer pagamento ou subscrição quando o utilizador desinstala uma app com pagamentos associados - aliás, como acontece no iOS.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]