2020/01/31

Tesla acaba com garantia ilimitada das baterias nos Model S e Model X


As baterias dos Tesla têm estado bem cotadas em termos de longevidade, sendo capazes de manter autonomia sem degradação significativa mesmo após centenas de milhares de quilómetros percorridos - mas a partir de agora, deixa de haver garantia com quilometragem ilimitada nos Model S e Model X.

Segundo as novas condições de garantia para veículos novos da Tesla, é indicado que:

Garantia limitada para veículos novos

O seu veículo está protegido por uma Garantia Limitada de Veículo Novo durante 4 anos ou 80 000 km, consoante o que ocorrer primeiro. A bateria e unidade de acionamento do seu veículo dispõem de cobertura durante o seguinte período:
  • Model S e Model X – 8 anos ou 240 000 km, consoante o que ocorrer primeiro, com, no mínimo, 70% de retenção da capacidade da bateria durante o período da garantia (com exceção da bateria original de 60 kWh fabricada antes de 2015, a qual se encontra abrangida durante 8 anos ou 240 000 km, consoante o que ocorrer primeiro).
  • Model 3 e Model Y Standard ou Standard Range Plus - 8 anos ou 160 000 km, consoante o que ocorrer primeiro, com, no mínimo, 70% de retenção da capacidade da bateria durante o período da garantia.
  • Model 3 e Model Y Long Range ou Performance - 8 anos ou 192 000 km, consoante o que ocorrer primeiro, com, no mínimo, 70% de retenção da capacidade da bateria durante o período da garantia.


Para o Model 3 e futuro Model Y tudo se mantém na mesma. A grande diferença é que os Model S e Model X, que até agora usufruíam de uma garantia de 8 anos sem limite de quilometragem, passam também a ter um limite (de 240 mil quilómetros) e nível de retenção (de 70%).

Será uma forma da Tesla se acautelar contra casos de utilização mais intensiva - os 240 mil km resultam numa média de 30 mil km / ano. E não deixa de ser curioso que isto aconteça numa altura em que Elon Musk vai dizendo que já não falta muito para o lançamento de um Model S com autonomia para 400 milhas / 643 km.


... Até lá, ainda há muitos pormenores que a empresa tem que melhorar, à medida que vai somando cada vez mais clientes.

1 comentário:

  1. Isto parece atestar a não confiança na qualidade das baterias, se a empresa não confia porque haverá o comprador de confiar? Espero que esta informação da mudança de política chegue a todos os compradores preocupados com este aspecto da compra e que eventualmente escolham outra marca, se existir outra com melhores condições claro.

    ResponderEliminar

[pub]