2020/02/11

British Airways bate recorde de voo transatlântico


Os passageiros da British Airways chegaram mais rápido a casa no fim-de-semana passado, quando o seu voo de Nova Iorque a Londres os colocou no seu destino em apenas 4h56m - em vez das mais de 6 horas que seria suposto demorar.

O voo, feito num Boeing 747-400 não utilizou nenhum motor ou combustível especial, contando apenas com a ajuda dos ventos a favor que estiveram particularmente velozes devido às perturbações da tempestade Ciara-a. O avião apanhou "boleia" de ventos de velocidade superior a 320km/h, permitindo fazer o voo num tempo que obliterou o anterior recorde de 5h13m.

Curiosamente, o avião chegou a atingir uma velocidade de 1327km/h relativamente ao solo - velocidade essa que seria supersónica, mas que não o foi devido à velocidade relativa do ar. E o caso não foi único. Dois aviões Airbus da Virgin Atlantic também conseguiram uma proeza idêntica nesse mesmo dia, mas chegando ao destino em 4h57 e 4h59 respectivamente, o que lhes garante os restantes lugares do pódio.

De relembrar que mesmo com este vento a favor, as quase 5 horas de voos continuam a parecer excessivas face às 2h52m feitas em 1996 pelo Concorde; e se regressarmos a 1974, tivemos a travessia do Atlântico feita pelo icónico SR-71 Blackbird em 1h54m (embora sem ter partido do JFK nem ter aterrado em Heathrow). Mas claro, tudo é relativo... e um pouco mais "acima" temos a ISS a dar voltas à Terra a cada 92 minutos. :)

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]