2020/02/04

Jovem passa anos a tentar remover página dedicada ao seu ânus do Facebook


Publique-se no Facebook uma foto com um umbigo ou mamilo e está-se sujeito a ficar logo com o conteúdo removido. Mas noutras situações passa-se exactamente o oposto, como demonstra o estranho caso de uma página dedicada ao ânus de uma jovem, que o Facebook insistiu em não remover apesar dos seus pedidos, durante anos!

A enigmática página "Samantha Rae Anna Jespersen's Butthole" não tinha qualquer conteúdo mas foi criada em 2015 como sendo um "negócio local" por alguém desconhecido - numa altura em que ela tinha apenas 15 anos. Só em 2018, já com 18 anos, veio a descobrir a existência da página, mal sabendo que aquilo que imaginava que seria rapidamente resolvido (a remoção da página) se viria a tornar numa nova aventura que se arrastaria por vários anos.

Por muitas queixas que fizesse ao Facebook por conteúdo abusivo, a resposta do Facebook era sempre a de que a página em questão não violava as suas regras.


Uma situação bastante infeliz e desagradável, já que qualquer pesquisa que fosse feita ao seu nome apresentava invariavelmente esta página nos resultados iniciais - o que não seria propriamente abonatório em caso de uma entrevista para um novo emprego. Além do mais, embora não apresentasse uma morada física, o ponto no mapa era efectivamente onde morava na altura.

Só depois deste caso se ter popularizado na internet, quatro anos após o início das tentativas da sua remoção, é que o Facebook acabou por remover a página, mas sem dar qualquer explicação ou apresentar um pedido de desculpa.

Parece que os direitos de autor só são válidos para alguns autores... mas não quando se trata de ter algum controlo sobre o seu próprio ânus na internet. :P

2 comentários:

  1. Pois, na prática quem manda são sempre eles... Sejam eles quem forem.

    ResponderEliminar
  2. Acho que um dos dias mais felizes da minha vida vai ser quando o Facebook fechar atividade.

    ResponderEliminar

[pub]