2020/02/23

Mandalorian recorreu a "holodeck" em vez das telas verdes


Para a produção do The Mandalorian, a ILM não recorreu às habituais telas verdes e azuis que depois se transformam em elementos preenchidos digitalmente, mas sim a um verdadeiro holodeck que recriava os cenários em tempo real.

Ser actor de uma série de ficção científica não é tarefa fácil, já que normalmente isso implica estar quase constantemente rodeado de painéis verdes ou azuis, e tendo que imaginar que está dentro de uma nave, ou num planeta estranho, ou rodeado de extra-terrestres, que só serão visíveis depois de aplicados os efeitos digitais. No entanto, não foi esse o caso em Mandalorian.


A ILM (Industrial Light and Magic) criou um palco virtual rodeado de ecrãs gigantes, capazes de apresentar as imagens - geradas em tempo real e em função da perspectiva da câmara (usando o Unreal Engine) - que permitiam aos actores estar "verdadeiramente" nos locais onde estavam a ser filmados, sem necessidade das telas verdes. E como não se podem esquecer os detalhes, também o sistema de iluminação era capaz de replicar as fontes de luz vindas dos locais correctos, para que o resultado das gravações ficasse praticamente pronto a usar.


É de esperar que este StageCraft venha a ser utilizado em muitas mais produções de agora em diante, revolucionando a forma como são gravadas as séries e filmes.

1 comentário:

[pub]