2020/02/09

Tesla Model Y usa chassis moldado?


Recentemente a Tesla surpreendeu ao anunciar que iria começar a entregar o Model Y muito antes do prazo inicialmente previsto (a começar já em Março, nos EUA) e a suspeita é que isso se tenha tornado possível devido ao novo processo de fabrico com moldes em vez de peças estampadas.

No passado a Tesla já tinha revelado as intenções de criar os seus automóveis usando um avançado sistema de moldes, que embora seja bastante complexo em si, permitiria simplificar imensamente o processo tradicional de criar o chassis do carro a partir de dezenas de peças de metal estampadas, que têm que ser soldadas, representando muito mais tempo e dinheiro. Uma análise feita às imagens da linha de montagem dos Model Y parecem comprovar que a Tesla já estará a usar este sistema, sendo visíveis secções que não seriam possíveis de ser criados se não fosse por molde, assim como outros "efeitos" visíveis no metal (como a descoloração) que sustentam essa suspeita.


Esta alteração seria significativa em termos do processo de produção dos automóveis, podendo fazer desaparecer literalmente toda a linha de montagem de prensagem e soldadura do chassis, com a consequente poupança de tempo; e provavelmente resultando num chassis com maior resistência e qualidade.

Sem dúvida que os primeiros Model Y a chegarem ao mercado irão ser rapidamente dissecados por outros fabricantes e empresas que fazem análise dos custos de produção, e todos os seus segredos rapidamente serão revelados.

Em Portugal a Tesla vende o Model Y Long Range, com autonomia de 505 km, por 65 mil euros (com entregas programadas para 2021); e o Model Y Performance, com autonomia para 480 km, por 71 mil euros.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]