2020/03/11

Google pede a todos os funcionários nos EUA para trabalharem a partir de casa

Procurando conter a disseminação do Covid-19 nos EUA, a Google alargou a recomendação de trabalho remoto a partir de casa a todos os seus funcionários na América do Norte.

São cada vez mais as empresas que têm pedido aos funcionários para evitarem a deslocação para os locais habituais de trabalho e, em vez disso, trabalharem remotamente a partir de casa. A própria Google já o tinha feito para alguns locais considerados de maior risco nos EUA, mas agora optou por expandir a medida a todo o território norte-americano.

A Google tem na América do Norte cerca de 100 mil funcionários, e embora nem todos possam seguir a recomendação - que se aplica apenas aos funcionários que tiverem funções que possam ser cumpridas remotamente - é uma medida que seguramente irá afectar dezenas de milhares deles.

Nos EUA o número de infectados continua a crescer, estando neste momento prestes a atingir os 1000 infectados confirmados oficialmente, havendo no entanto a suspeita que o número real seja bastante superior, em resultado do número reduzido de testes quem tem sido feito.

Até 10 de Abril, muitos funcionários do Google poderão minimizar a sua exposição trabalhando a partir de casa; e no processo talvez sensibilizar muitas outras empresas para as vantagens e maior eficiência do trabalho a partir de casa. Estão a imaginar o aumento no nível de qualidade de vida para todas as pessoas que passam horas presas no trânsito diariamente, além do custo de combustíveis e transportes, só para chegarem ao local de trabalho e regressarem a casa, se pudessem trabalhar a partir de casa?

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]