2020/04/06

Hacker mostra como ficaria um vídeo em cassetes áudio


Um curioso projecto fez uma viagem no tempo, combinando duas coisas que serão desconhecidas das gerações mais recentes: usar cassetes áudio como "videogravador".

Um número crescente de pessoas já não fará ideia do que significam expressões como "vira o disco" ou "rebobinar", mas neste caso temos um projecto que revisita os saudoso videogravadores - mas que em vez de recorrer às videocassetes, recorre às tradicionais cassetes de áudio.

Não é por acaso que para se gravar vídeo em cassete se tinham que usar cassetes mais volumosas e videogravadores bem mais complexos que os simples gravadores de cassetes. Tudo tem a ver com a largura de banda que é possível armazenar no dispositivo em questão, e que é possível ser gravada pelo equipamento que faz a gravação. No caso de um leitor-gravador de cassetes áudio, esse número é imensamente mais reduzido que a de um videogravador (com as suas cabeças rotativas a permitirem aproveitar ao máximo a superfície da fita magnética), e o resultado é o que se pode imaginar.


Para se conseguir gravar um sinal de vídeo numa cassete áudio é preciso abdicar de muita informação, e neste caso isso significou baixar a resolução de um vídeo PAL para imagens de apenas 100x75 pixeis a 5 frames por segundo, que são duplicados recorrendo-se a vídeo interlaçado, com a consequente redução da resolução efectiva para metade em cada frame; com o segundo canal de áudio a ser usado para guardar a informação da cor.

Resultado: ninguém irá usar cassetes áudio para guardar vídeo; mas não deixa de ser algo nostálgico relembrar estas tecnologias que, durante várias décadas, nos acompanharam e fascinaram. :)

9 comentários:

  1. A Fischer Price já tinha feito isso em 1987 com o PXL-2000... https://en.wikipedia.org/wiki/PXL-2000

    ResponderEliminar
  2. Um vídeo porreiro do 8-Bit Guy com o equipamento que nfsmedeiros indicou nos comentários: https://www.youtube.com/watch?v=TCXJ5twf5tM

    ResponderEliminar
  3. Sou um zero à esquerda em tecnologias, mas adoro ver estas bizarrices e experiências.

    ResponderEliminar
  4. Havia também um projecto nacional, em sentido oposto, que consistia em usar cassetes VHS para guardar dados... tipo tape backup. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também já havia nos anos 90. Danmere Backer em 1996. :-)

      Eliminar
    2. tem aqui um video do LGR sobre esse produto. https://www.youtube.com/watch?v=TUS0Zv2APjU

      Eliminar
  5. Ainda hoje se trabalha com larguras de banda mais baixas. Que o digam os que ainda falam com as voyager... se as câmaras delas ainda funcionassem, nem quero imaginar o "frame rate" (embora só fizessem stills, a ideia fica)...

    ResponderEliminar
  6. bem eu já fiz foi ao contrario , já usei um videogravador sanyo stereo VHS nicam ( videos já proprios para gravar tb só audio)para gravar horas de musica analogica , e tinha um som muito bom!

    ResponderEliminar

[pub]