2020/05/03

Como funcionavam as cassetes do ZX Spectrum


Depois de termos visto como nasceu o ZX Spectrum, temos agora uma exploração técnica sobre como usava as cassetes para guardar dados digitais.

Tendo como objectivo ser um micro-computador acessível, o ZX Spectrum recorria a um dos dispositivos mais populares da época para guardar os dados: as cassetes. A diferença é que em vez de música tínhamos um chilrear estranho, que depressa passou a ser bastante conhecido de toda uma geração que se habituou a fazer LOAD "", e a recear os temidos erros R TAPE LOADING ERROR.




Com seu poderoso CPU Z80 a 3.5MHz, o ZX Spectrum gravava os dados usando ciclos de diferente duração para sinalizar os bits 0 e 1, com uma frequência de 2045 Hz para os zeros, e de metade para os uns (embora alguns jogos usassem "turbo-loaders" que aumentavam estas frequências para carregarem os jogos mais rapidamente).

Ainda assim, dependendo da quantidade de 0 e 1 de um programa, isto significava que carregar 48KB de dados poderia demorar até 6 minutos. Para por as coisas em perspectiva, se se quisesse guardar um único ficheiro MP3 com 3MB usando este sistema, demoraria cerca de 5 horas (e várias cassetes).

No entanto, há coisas que nunca mudam. Na altura tínhamos que esperar minutos para que um jogo arrancasse; hoje em dia continuamos a ter que esperar para que os jogos sejam carregados, ou que façam o load dos save games ou níveis adequados, ou que percam ainda mais minutos a fazer as constantes actualizações, só que agora em vez de 48KB, frequentemente falamos de 48GB!

Vamos lá ver se a próxima de geração de consolas (Xbox Series X e PS5) realmente cumpre com o objectivo de fazer com que os jogadores nunca mais tenham que esperar por um jogo a carregar ou com tempos de loading pelo meio.

12 comentários:

  1. "...poderoso CPU Z80 a 3.5MHz..."
    3.5MHz ah ah ah ah ah, a ser verdade teria vindo do futuro naquele tempo !

    ResponderEliminar
  2. não percebi o comentário Crake, o Spectrum tinha um processador Zilog Z80A de 8 bit a 3,5 MHZ tal como diz no artigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Leu na diagonal... E deve ter interpretado 3.5 GHz... Crakes!!!

      Eliminar
  3. Horas de expectativa. Horas a afinar o leitor de cassetes!!!! Horas de jogos épicos como o Fórmula1, México86 ou mesmo o Multi Player Soccer Manager!!!
    A malta mais nova não entende!!!!!

    ResponderEliminar
  4. Nada disso... o jogo mais badalado nessa altura era o glorioso "Paradise Café"!! :D :D

    ResponderEliminar
  5. Chucky Egg, manic miner, vak to skool, lords of midnight, tantos...

    ResponderEliminar
  6. Pessoal, eu tive um (Sinclair Timex 2048). E quantas vezes a meio do carregamento do jogo fazia PAUSE para editar o número de "vidas" por forma a conseguir ultrapassar os vários níveis? Fiz isso no GREEN BERET :-)

    ResponderEliminar
  7. Então e o espetacular Flight Simulator?...

    ResponderEliminar
  8. ZX Spectrum +2 128k
    Comando,cabal,the untouchables,batman,mig29....bons tempos
    Nessa altura tambem andava agarrado ao alcool etilico

    ResponderEliminar
  9. Bom artigo. Para os que amavam este processador, ele era mais do que um processador de jogos. Ao nível do código máquina, as instruções eram iguais às do intel 8085, apenas com mnemónicas diferentes. Tive o prazer, enquanto aluno do IST de ser o controlador que aprendi, muito vocacionado para controlo pelo seu I/O. A vantagem de ter um Spectrum bem casa era poder implementar e testar os programas sem ter de me deslocar aos laboratórios a desoras. Fizeram-se coisas engraçadas como programas para controlar elebadores e semáforos, tudo automático. Só faltava machine learning 🤭

    ResponderEliminar

[pub]