2020/05/25

Operador francês Sosh lança tarifário com 100GB móveis por €16.99 / mês


Recordando-nos o quanto os operadores nacionais de telecomunicações ainda têm que evoluir, temos o novo tarifário da Sosh em França (sub-marca da Orange, ao estilo do Yorn da Vodafone), que oferece 100GB de dados móveis por 16.99 euros por mês - e sem fidelização.

Enquanto por cá os operadores continuam a oferecer limites de dados reduzidos nos tarifários mais económicos, e muitas vezes com as artimanhas do tráfego diferenciado por apps e serviços (já era tempo da ANACOM emitir um parecer a esse respeito), noutros países o cenário é bem diferente, limitando-se a oferecer "dados" que os clientes poderão utilizar como quiserem... e estamos a falar de dados com fartura.

O mais recente tarifário da Sosh, que custa apenas 16.99 euros por mês, oferece chamadas + SMS + MMS ilimitados em França, acompanhados por 100GB de dados, sendo que em roaming se fica com 15GB de dados a partir dos quais não se é roubado com tarifas excessivas a preços absurdos, mas sim aplicada uma redução de velocidade; e ainda por cima, faz isto sem qualquer exigência de fidelização.

Em jeito de comparação com o que temos por cá pelo mesmo valor, o Yorn X M (€3.99 / semana) fica-se pela confusão ridícula dos 5GB de dados globais, mais 15GB de dados para certas apps, mais 5GB para alguns serviços de streaming de vídeo (sim, já não chega ter apenas dados para apps, há também dados diferenciados para streaming). E nem vamos referir a questão dos ordenados médios em França e qual a equivalência que o valor de 16.99 euros por mês teria em Portugal.


P.S. Em alternativa, podem sempre passar a mensalidade dos tarifários ilimitados para metade, e já seria um bom primeiro passo... desde que depois não se enganassem nas facturas.

11 comentários:

  1. Antes de mais, parabéns ao "Aberto até de Madrugada" por nunca vacilar nestas "denúncias" que servem, em boa medida, para alertar a população em Portugal da injustiça continuada a que são submetidos. Quem sabe se mais publicações como esta houvessem as coisas melhoravam...

    Relativamente ao tarifário Sosh, apenas se podem anotar excelentes atributos (preço/qualidade rede/qualidade suporte/sem fidelização/preço permanente).

    Esta nova proposta da Orange não se torna, na verdade, num grande acontecimento em França. Quem acompanha um pouco as propostas de telecomunicações noutros mercados sabe que a barreira dos 100GB e dos preços reduzidos já foi à muito alcançada que, no caso francês se deve sobretudo à Free (Grupo Iliad)_"Merci Free"!

    Quando digo à muito tempo, é realmente à muito tempo. Recuem até 2016/2017 e digam-me quantos Gigas de tráfego tinham no vosso tarifário (ps: talvez seja melhor contar em Megabytes!).
    E sim, em 2017 já por lá se vendiam tarifários com 100GB de tráfego, chamadas totalmente ilimitadas, Roaming incluído (antes mesmo da UE acabar com as taxas), sem fidelizações, etc, etc!.
    E sim, se o preço base desse tarifário já era de si barato (19,90€) para aquilo que oferecia, as constantes campanhas faziam com que se conseguisse contratar essa mesma oferta por cêntimos!. Isso mesmo, 0,99€/mês que paguei à Free mobile durante 2 anos (12+12 meses). Atualmente mantenho o mesmo tarifário como cartão principal e pago 9,99€/mês à vida em vez dos 19,90€ do preço base.

    Vive-se por agora em França uma nova e crescente batalha no setor móvel, envolvendo as 3 principais operadoras (Orange/SFR/Bouygues) nomeadamente com os seus produtos (Sosh/Red/B&You). A principal novidade deste "Sosh 100GB" não é o preço (de vez em quando conseguem-se propostas semelhantes ainda mais baratas vindas da Bouygues e da SFR, ou mesmo dos vários MVNO's que atacam com a força toda) nem o volume de dados incluído, mas sim o facto de ser a Orange a fazê-lo. Se até à pouco tempo a Orange ficava sempre um pouco à quem das restantes (em termos de propostas agressivas) parece ter-se definitivamente juntado à festa! :)

    Isto só pode ser bom para voltar a agitar o mercado local. Afinal, quando o maior operador de um país decide fazer algo mais, necessariamente os concorrentes tenderão a se sobrepor!.

    Diga-se ainda que a Orange é de facto a melhor rede móvel por lá (tal como a Vodafone o é em Portugal) e é por isso que vale destacar esta oferta da Sosh que, mesmo não sendo a mais completa e mais barata, é sem sombra de dúvidas a que melhor qualidade de serviço propõe em terras de França :)

    Quando um mercado maduro exige ainda mais dos seus operadores tendo já ofertas de valor como aquelas citadas, dá dó fazer um paralelismo com aquilo que se passa cá em Portugal :(

    ResponderEliminar
  2. Sim... bom post... dá para perceber como podia ser.

    ResponderEliminar
  3. No uk tens a smarty (https://smarty.co.uk/) que faz parte da operadora three que por £20 tens dados ilimitados, sem contrato de fidelização

    ResponderEliminar
  4. "acompanhados por 100GB de dados, sendo que em roaming se fica com 15GB de dados", como assim? Na UE ? Em roaming na UE não será o mesmo q o pacote oferece?!

    Bom, realmente é triste ver estes pacotes la de fora... uma vergonha.
    Ainda agora renovei com a NOWO 8GB por €15

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é um aspeto pertinente, mas na verdade, aquilo que passou a ser norma foi a "não aplicação de taxas de roaming", o que não invalida colocarem-se limites ás propostas comerciais.

      No caso deste Sosh, após 15GB consumidos nos países DOM (Europa excepto (Suiça e Andorra) continua a poder-se utilizar a Internet, porém, limitada em termos de débito.

      Em relação a outras propostas, por exemplo o Sosh 50GB (mais completo que o Sosh 100GB, embora com metade do tráfego), o cliente pode utilizar os 50GB seja no país de origem, seja no resto da Europa (neste caso Suiça e Andorra incluso).

      Tenho dois Sosh's de 50GB em permanência em Portugal (11,90€ em vez de 24,90€) e não há qualquer tipo de surpresa na faturação. Só "não se pode"/não convém ligar para números especiais de Portugal (707, 800...) fora isso está tudo incluído e sem limite de minutos, etc :)

      Já com um outro cartão que tenho da Free Mobile (tarifário 100GB - 9,99€/mês) e que no caso, permite utilizar 25GB na Europa e noutros países do mundo, verifiquei ter ultrapassado os 25GB permitidos sem ter tido qualquer limitação na velocidade nem tão pouco fui taxado por isso (conforme era suposto nos termos e condições). :)

      Eliminar
    2. Tenho dois Sosh's de 50GB em permanência em Portugal (11,90€ em vez de 24,90€) e não há qualquer tipo de surpresa na faturação. Só "não se pode"/não convém ligar para números especiais de Portugal (707, 800...) fora isso está tudo incluído e sem limite de minutos, etc :)

      como conseguiste esse preco dos 11,90?

      Eliminar
    3. Através de uma campanha temporária em que ofereciam o tarifário também por 9,90€/mês durante 12 meses.
      Pouco antes de Dezembro passado, propuseram continuar por 11,99€ por mais 12 meses.

      https://ibb.co/PtCTcqF (campanha fim 2019)

      O tarifário atual em promoção é mais vantajoso para quem faz uma utilização maioritariamente interna. O outro, de 50GB, torna-se mais vantajoso para utilizações além fronteiras.

      Além dos preços que muitas vezes aqui referimos, note-se (no caso francês) a vantagem das não fidelizações (pratica corrente em tarifários móveis), tal como a facilidade com que se pode trocar de operador. Portugal tem ótimas infraestruturas, mas está muito longe em termos de equidade de preços neste e noutros serviços.

      Amanhã deve haver novidades da concorrência direta... :)

      Eliminar
    4. Viva, como fizeram para ter os cartões Sosh's cá em Portugal?
      Obrigado.

      Eliminar
    5. Foram subscritos lá, ativados lá e depois trazidos para cá.

      É necessário ter uma morada (própria ou de alguém conhecido) para se receber em casa este tipo de cartões e associar à conta cliente.

      Exceto a Free Mobile e alguns MVNO's (que aceita(m) cartões de crédito ou mesmo cartões virtuais MBnet para débito das mensalidades), todos os outros operadores obrigam a associação de um IBAN francês para débito de mensalidades.

      No meu caso (como habito lá e cá), além do meu Free Mobile, subscrevi dois Sosh's -em campanha- para oferecer aos papás :)

      Torna-se igualmente um processo simples para quem tenha conhecidos lá fora e possa orientar esse favor, já que não existem fidelizações na maioria dos casos. Porém, em caso de "rescisão", é sempre necessário comunicar a intenção ao operador com alguns dias de antecedência (por correio registado) via formulário adequado e não apenas dar uma ordem de cancelamento de débito ao banco sob a pena do titular associado à compra ser colocado da lista negra partilhada entre operadores.

      Atenção também, que nem todos os tarifários tem as mesmas condições de utilização no estrangeiro. Para se evitarem surpresas, torna-se obrigatório o subscritor ler em detalhe a ficha de informação normalizada :)

      Eliminar
  5. ca era 16.99gb por 100 euros

    ResponderEliminar
  6. Viva, como fizeram para ter os cartões Sosh's cá em Portugal?
    Obrigado.

    ResponderEliminar

[pub]