2020/06/01

Dia Mundial da Criança 2020


O Dia Mundial da Criança é algo que habitualmente era tratado como sendo apenas "mais um", mas este ano torna-se bastante diferente e merecedor de alguma atenção especial.

Ninguém imaginaria, no início deste ano lectivo, no quanto as coisas iriam mudar ao fim de alguns meses. Devido ao Covid-19, e praticamente de um dia para o outro, graúdos e miúdos viram-se confinados em suas casas, com maior impacto a ser sentido directamente pelas crianças, e indirectamente por todos os pais que tiveram que ficar com elas a tempo inteiro em casa - e se calhar descobrir porque motivo é preciso "fibra" para se ser professor e aturar mais de duas dezenas delas diariamente numa sala de aulas.

O Covid-19 obrigou a que empresas e escolas fizessem em semanas aquilo que provavelmente nem sequer pensariam fazer num prazo de vários anos. Mas olhando para trás, acho que podemos dizer que a adaptação se fez com relativa rapidez, e para além das aulas via tele-escola, a maioria das crianças já terá também acesso a aulas remotas com os seus professores. Claro que nem tudo é perfeito e há ainda muitos aspectos por limar (as aulas do meu pequenito continuam a ser atormentadas com regularidade por alguns dos seus colegas que ainda não sabem / ou se esquecem de silenciar o microfone, fazendo com que durante longos períodos se ouçam os cães, gatos, conversas dos pais, música, ou o tradicional feedback, que prejudica todos os outros.


Também os professores vão ainda adaptando-se às coisas que podem fazer remotamente, e a como tirar o máximo partido das ferramentas digitais para auxiliar o seu trabalho - embora pareça continuar a escapar-lhes que testes do estilo "escolha correcta" pudessem ser feitos inteiramente de forma digital, e com a correcção a ser feita automaticamente; em vez de: serem feitos em computador, impressos, digitalizados, partilhados, para voltarem a ser impressos pelos alunos, e posteriormente digitalizados para serem devolvidos... ufa, os fabricantes de impressoras agradecem - ao ponto de já me terem "obrigado" a aderir ao HP Instant Ink (e isto para alguém que, até este momento, conseguiu viver sem uma impressora em casa!)

Mas com isto, muitos pequenitos aprenderam já a lidar com coisas como email, videoconferências, impressão e digitalização - e perceber que os computadores e tablets não são apenas para "brincar".


No entanto, hoje o dia é para relembrar o que é ser criança e tudo aquilo a que, num mundo ideal, todas deveriam ter direito. Mais que nunca, importa relembrar que a educação não é algo que acontece "por magia", quer seja quando estão fisicamente numa escola, ou em casa em frente a um ecrã. A educação é algo que também se ensina por exemplo, e cabe aos pais dar o exemplo correcto para que a sociedade evolua para algo melhor e que não cometa os erros do passado (e do presente).

No fundo, tentar fazer com que estes adultos do futuro lá possam chegar com as suas "crianças interiores" bem saudáveis e felizes!

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]