2020/06/10

Signal para iOS ganha transferência para novos iPhones ou iPads


Depois dos códigos PIN e de esconder rostos nas fotos, o Signal faz finalmente chegar ao iOS a capacidade de transferir os dados da app para um novo iPhone.

Um dos problemas que se faz sentir quando se começa a levar a privacidade e segurança mais a sério, é que por vezes se perde parte da comodidade a que se está habituado face às apps que guardam tudo na cloud e facilitam o seu acesso a partir de qualquer lado. No caso do Signal, embora recentemente tivesse facilitado o processo de migração para um novo smartphone, isso referia-se apenas às definições e listas de contactos e não às mensagens em si; mas agora isso passa facilmente a estar possível no iOS, à semelhança do que já acontecia nos Android, e de forma ainda mais prática do que através de backups encriptados.

O Signal para iOS passa a permitir a transferência de todos os dados de um iPhone para outro através de uma ligação WiFi / Bluetooth directa, o que se revela bastante útil no caso de se comprar um novo iPhone e não se querer perder todo o historial de mensagens acumulado no Signal - como acontecia até agora. No entanto, para isso é indispensável que o iPhone "antigo" que tem as mensagens do Signal permaneça funcional.

O processo de transferência ocorre localmente, entre o iPhone antigo e o novo, sem ser enviado para a cloud; e tendo também o cuidado para que o processo não permita que um eventual atacante nas imediações se possa intrometer no processo e receber esses dados. Da forma que o sistema foi implementado, a única coisa que o atacante poderia fazer seria enviar os seus próprios dados para o novo iPhone.

Recentemente o Signal fez questão de relembrar os poucos dados que sabe sobre os utilizadores e, nos dias que correm, isso acaba por ser algo a que se deverá dar cada vez maior importância para evitar todo o tipo de abusos que são cometidos com os nossos dados.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]