2020/07/29

Musk quer outras marcas a usar baterias e motores Tesla


Enquanto a maioria dos fabricantes automóveis tenta acelerar o passo para apanhar a Tesla, Elon Musk relembra que a Tesla está receptiva a fazer parcerias para fornecer baterias, motores e até o seu Autopilot para uso por outras marcas.

A Tesla tem feito esforços incríveis a nível de evoluir a qualidade dos seus automóveis, mas a verdade é que ainda agora, os Tesla deixam bastante a desejar em termos de qualidade de acabamentos face a qualquer carro europeu ou nipónico de gama média ou segmento superior. Muitas pessoas já terão pensado: o ideal seria ter um carro com os acabamentos / robustez de um Mercedes topo de gama, mas com as baterias, motores e tecnologia da Tesla. E na verdade, isso será perfeitamente possível... se houver boa vontade.

Elon Musk relembrou que a Tesla está receptiva a fazer parcerias com outros fabricantes, já que o seu intuito continua a ser o de acelerar a transição da nossa sociedade para a utilização de tecnologias limpas o mais rapidamente possível. Precisamente por isso faz todo o sentido ajudar todos os fabricantes a afastarem-se dos motores de combustão quanto antes.

Claro que a medida iria fazer com que a Tesla começasse a lucrar directamente com o sucesso dos seus concorrentes, mas isso não é assim tão anormal quanto possa parecer. Basta relembrar que a Samsung também lucra com os ecrãs OLED que vende à Apple para os iPhones, embora também fabrique os seus próprios smartphones.

Ter um BMW, ou VW, ou Mercedes, ou qualquer outro carro, com baterias e motores Tesla (e Autopilot) seria uma excelente forma de acelerar a electrificação dos transportes pessoais, e que deveria ser considerada seriamente pelos fabricantes automóveis; isto se valorizarem o respeito pelo planeta e os seus cidadãos mais do que os seus próprios lucros e interesses... Infelizmente, e relembrando o caso dieselgate, não me parece que seja esse o caso.

8 comentários:

  1. Não existe a necessidade de falar das tecnológicas visto que o licenciamento de tecnologia na industria automóvel sempre houve e é b3m forte. Uso de motores de outros fabricantes é o prato do dia. Tecnologia licenciada também, como por exemplo o commom rail inventado pela FIAT e vendido à BOSCH que o licencia a todos os fabricantes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quase de acordo em tudo, menos na questão do Common Rail.

      O sistema Common Rail foi desenvolvido na segunda década do século 20 pela metalúrgica britânica Vickers para uso em motores de submarinos.

      Depois, nos anos 1960s a tecnologia foi melhorada pelo suíço Robert Huber (tendo sido novamente alvo de desenvolvimentos nos anos 1990s por outro suíço, Marco Ganser).

      No que respeita à aplicação do conceito na indústria automóvel, foi também na década de 1990, mas no Japão que dois investigadores da Denso desenvolveram o primeiro motor para uso em veículos pesados e meio-pesados (principalmente o Hino Ranger) .

      Agora, é certo que há que fazer referência ao grupo FIAT (na verdade, a colaboração entre a Magneti Marelli, o centro de pesquisas da Fiat e a Elasis) porque foi quem tentou pegar no conceito para o desenvolver e aplicar em viaturas ligeiras.

      Mas porque no mundo dos negócios as coisas podem mudar bastante da noite para o dia, e porque a gestão financeira da FIAT não passava pelos melhores dias, alguém dentro da FIAT achou que aquele conceito não teria grande impacto para o futuro da empresa e resolveu que melhor seria se os planos fossem todos vendidos e usar a verba para colocar no bolo da recuperação da empresa.

      O que hoje sabemos muito bem ter siso um dos maiores erros da história da indústria automóvel italiana.

      Após alguns melhoramentos e desenvolvimento por parte da BOSCH no sentido de conseguir obter uma produção em massa muito eficiente, a FIAT viu-se obrigada a pagar licença à BOSCH para aplicar nas suas próprias viaturas o produto que outrora quase foi seu por mérito próprio.

      Eliminar
    2. A parte FIAT/BOSCH sabia o antes não, obrigado sempre a aprender.

      Eliminar
  2. "carro com os acabamentos / robustez de um Mercedes"

    🤣🤣🤣🤣 Esta foi a melhor piada do ano 🤣🤣🤣

    ResponderEliminar
  3. Com a robustez e fiabilidade de um Lexus... isso sim

    ResponderEliminar
  4. A Tesla está a ser obrigada a isso pois outras tecnológicas estão a fazer grandes investimentos para ocupar esse espaço.

    ResponderEliminar
  5. A Tesla está a ser obrigada a isso pois outras tecnológicas estão a fazer grandes investimentos para ocupar esse espaço.

    ResponderEliminar

[pub]