2020/08/22

Danos no rádio-telescópio de Arecibo podem deixá-lo offline durante meses


O popular rádio-telescópio de Arecibo em Porto Rico foi danificado por um cabo que se soltou, e poderá demorar meses até voltar a ficar funcional.

Popularizado pelo programa SETI (e por diversos filmes), o rádio-telescópio de Arecibo é um dos mais conhecidos do mundo, tendo tirando partido do relevo geográfico para facilitar a construção do seu prato com 305 metros de diâmetro - dimensão que por mais de 50 anos lhe valeu a classificação de maior rádio-telescópio do mundo, até a China ter concluído o seu FAST de 500 metros em 2016.

Mesmo perdendo o seu título, o rádio-telescópio de Arecibo continuava a ter um papel importante na observação (escuta) do Universo, e daí a preocupação com os danos causados por um cabo que se soltou.


O facto de se tratar de um cabo que pesa cerca de 30 kg por metro, com mais de 200 metros, explica porque motivo os danos são bem mais extensos do que se poderia imaginar, já que os painéis do rádio-telescópio são bastante mais frágeis do que se poderia supor.

Foram danificados apenas 250 paineis, dos 40 mil que compõem, mas o maior problema é que também foram danificadas algumas das estruturas de acesso, o que impede a sua rápida reparação. As melhores estimativas apontam para que o rádio-telescópio fique fora de serviço durante alguns meses.

... Se houver lá por fora alguns E.T.s a tentarem enviar-nos uma mensagem; esperemos que não chegue nesta altura. ;)



Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]