2020/08/05

OnePlus adopta serviços do Facebook no OxygenOS


A OnePlus e o seu OxygenOS, que normalmente é considerado como um dos "bons" Android modificados, tem no entanto um detalhe que desagrada a muitos utilizadores: vem com os serviços do Facebook pré-instalados para fazer a gestão das apps sem passar pela Play Store.

Não há nada mais irritante, para um fã do Android "sem alterações", do que ver o smartphone a anunciar que acabou de fazer a actualização (não solicitada) do Facebook através do Facebook App Manager. É algo que infelizmente acontece em smartphones de vários fabricantes, como a Samsung, Huawei, e outros, que insistem em instalar de origem os serviços Facebook App Installer e Facebook App Manager, sem forma fácil de serem removidos (a não ser que se recorra a comandos via ADB).



Também a OnePlus aderiu a este sistema nos seus OnePlus 8, 8 Pro, e Nord, o que acaba por ser um pouco desanimador. A única coisa fácil que os utilizadores podem fazer é desactivar estes serviços (esperando-se que permaneçam desactivados); mas seria bastante mais simpático que a OnePlus desse aos utilizadores a opção de os remover completamente e manter a instalação e actualizações das apps do Facebook através da Play Store.


Na prática, isto é equivalente à praga de programas no Windows que, em vez de simplesmente usarem as ferramentas de sistema para agendarem a execução de tarefas para procurarem actualizações, optam por criar processos em memória para desempenharem essa função, que facilmente se vão multiplicando, num absurdo desperdício de recursos.

Neste caso, a OnePlus desculpa-se dizendo que estes serviços permitem uma maior eficiência por estarem integrados no sistema (e no caso da app da Netflix, que também vem instalada directamente, que facilita a reprodução de conteúdos HDR!?!) mas a verdade é que isso cheira mesmo a desculpa esfarrapada.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]