2020/08/02

William English que ajudou a construir o primeiro rato para computador morre aos 91 anos


Depois do seu colega Douglas Engelbart, foi agora a vez de William English nos deixar, aos 91 anos - deixando para a posteridade uma criação que ainda hoje, e diariamente, é utilizada por milhares de milhões de pessoas: o rato.

Hoje em dia tomamos como assumido que um computador será utilizado com um rato ou dispositivo equivalente (como um touchpad), mas na década de 60 os computadores tinham interfaces que pouco mais eram que réplicas de máquinas de escrever que iam escrevendo texto e aceitando inputs linha a linha. Ao ponto em que, em 1965, a NASA até lançou um concurso para encontrar a melhor forma de se seleccionar um ponto num ecrã... e tendo sido o rato o projecto vencedor.

A ideia do rato pode ter partido de Douglas Engelbart, que se tornou o seu rosto mais conhecido depois da famosa Mother of All Demos em 1968, mas foi o seu colega William English que fisicamente construiu o primeiro rato e se tornou na primeira pessoa a utilizar um. Mais um pioneiro que agora passa a constar apenas nos registos históricos, e a quem temos que agradecer por ter contribuído para que os computadores sejam como os conhecemos actualmente.

Resta o consolo de saber que, neste preciso momento, estarão a trabalhar outros pioneiros, a desbravar terreno em áreas como a realidade aumentada e inteligência artificial, para definir os caminhos que, daqui por algumas décadas, serão considerados como sendo "completamente naturais" - sem que se imagine que as coisas só são assim porque alguém, a certa altura, as inventou como um projecto meio "maluco" que parecia completamente estranho.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]