2018/12/16

“Mother of All Demos” mostrou o futuro dos computadores há 50 anos


Há 50 anos atrás, Douglas Engelbart, engenheiro do Stanford Research Institute, demonstrava perante uma plateia aquilo que os computadores poderiam vir a fazer - provavelmente não tendo a noção do quanto estaria a mostrar o futuro.

Cometemos frequentemente o erro de não dar o crédito devido a quem inventou as coisas que agora consideramos "banais" e "comuns", e é precisamente isso que acontece com aquilo que se faz diariamente num computador. Baptizada carinhosamente de The Mother of All Demos, esta apresentação de Douglas Engelbart feita em Dezembro de 1968 tornou-se verdadeiramente profética, ao demonstrar coisas como a utilização do rato - inventado por ele - e um ponteiro, edição de texto, edição colaborativa, etc.

Hoje dia todos tomamos por garantido a existência e utilização de um rato ou trackpad, com um ponteiro no ecrã; ou que se possa seleccionar texto e escrever onde se quiser. Mas tentem imaginar o que seria estar habituado a computadores cuja principal forma de nos mostrar informação era através de papel impresso, e de como a utilização de um ecrã representava um horizonte em branco que era preciso desbravar e explorar. Obviamente que a primeira coisa que se fez foi replicar aquilo que se tinha "no papel" - com a célebre linha de comandos que ainda hoje perdura - mas daí a avançar para novos paradigmas que tirassem partido do ecrã, implicava criar conceitos novos de utilização - sendo algo que novamente se vai assistindo, de certa forma, no sector da realidade aumentada e realidade virtual.

Douglas Engelbart já não está entre nós (faleceu em 2013), mas esta sua apresentação e todo o seu contributo para a evolução da informática serve como garantia de que nunca será esquecido.


1 comentário:

[pub]