2020/09/05

Investigadores apoderaram-se de 28 mil impressoras na net para alertar os seus donos


Investigadores de segurança lançaram uma campanha de sensibilização contra impressoras vulneráveis que estão acessíveis da internet, fazendo com que 28 mil delas imprimissem uma página a dizer que a mesma estava vulnerável e recomendando que os seus donos tomassem medidas para as protegerem.

A crescente tendência de ter todos os equipamentos ligados à internet tem vantagens, mas vem também acompanhado de uma série de potenciais desvantagens. No caso das impressoras, há milhares de impressoras que estão acessíveis a partir da net, não só pelos donos mas também por qualquer outra pessoa com alguns conhecimentos técnicos que lhes queira dar uso.

Neste caso o "ataque" foi feito meramente com o sentido de informar os utilizadores de que as suas impressoras estavam vulneráveis, feito através da impressão de uma página, e sensibilizá-los para que tomassem as devidas medidas para evitarem ataques idênticos no futuro.

O ataque foi levado a cabo sobre 50 mil impressoras, das quais conseguiram que cerca de 28 mil (56%) imprimissem a página em questão. Considerando que existem mais de 800 mil impressoras ligadas à internet, isso significa que proporcionalmente estaremos perante quase 450 mil impressoras vulneráveis que poderão ser alvo de ataques de hackers ou meros curiosos, podendo imprimir todo o tipo de coisas, e não tão informativas quanto a página que estes investigadores mandaram imprimir.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]