2020/10/11

Mercedes prepara carro eléctrico super-eficiente com 1200km de autonomia

A Mercedes quer saltar para o topo da eficiência dos automóveis eléctricos, com o Vision EQXX que terá autonomia superior a 1200 km.

Apesar de em muitos casos a autonomia ser já um "falso problema", continua a ser um dos factores que mais pesa na consideração de um automóvel eléctrico. Algo que a Mercedes quer erradicar por completo, elevando a autonomia para lá dos 1000 quilómetros.


A ideia não é criar um carro com uma bateria imensa, capaz de fazer uma viagem de Pequim a Xangai (1200 km) sem ter que recarregar. O protótipo Vision EQXX da Mercedes-Benz tem como missão ser o mais eficiente carro eléctrico alguma vez construído, capaz de tirar o máximo proveito de cada watt armazenado nas suas baterias.

Embora se trate de um protótipo, que utilizará a melhor tecnologia que a Mercedes conseguir criar, o objectivo é criar um modelo de referência que sirva de exemplo do que é possível atingir. E depois, gradualmente, ir fazendo com que essa tecnologia vá sendo aplicada nos veículos eléctricos de produção.

Mas por agora, nem sequer há datas para qualquer revelação ou demonstração deste EQXX, pelo que as suas prometidas melhorias terão, por agora, que ir para a gaveta com todas as demais promessas de baterias revolucionárias, que ano após ano, tardam em chegar.

12 comentários:

  1. Onde é que que está esse carro? Não basta dizer que vão ter! Mostrem a uma entidade independente para testar e fazer uma review! Não alimentem falsas notícias! A Mercedes por falar não quer dizer que seja verdade nos próximos 5 anos.

    ResponderEliminar
  2. É só teoria...
    Veja-se o flop com o EQC 400 de 80000€: uma autonomia que vai dos +-255km (autoestrada) até uns +-500 (cidade).

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. A que preço e em que moldes (design conforto lotação velocidade etc) pq já existem protótipos de duas rodas com essa autonomia em circuitos fechados a velocidades de 50 km/h

    ResponderEliminar
  6. É só teoria! já dizia o Velho do Restelo para as naus.
    Não vamos a ser céticos, a revelação não tem nada de novo, ainda menos surpreendente, basta "pegar" nas baterias com a tecnologia Maria Helena Braga, e conseguiram mais do que isso, e sem ultrapassar o pesso de baterias do Tesla S.

    ResponderEliminar
  7. Vcs devem ser ca todos ums elwtricistas🤣

    ResponderEliminar
  8. Lembrem-se que isto não é um veiculo real. Isto, como o nome indica, é uma visão utópica a alcançar.
    Seria como dizer que queremos uma fonte de energia renovável ilimitada. É uma boa meta, mas na prática ainda não há (diria que nem vai haver) tal coisa.

    ResponderEliminar

[pub]