2020/10/26

Samsung e Stanford criam ecrã OLED de 10000 ppi

A Samsung pode ter resolvido o problema dos ecrãs para óculos VR, com uma nova tecnologia que permite criar OLEDs com uma densidade de 10 mil pixeis por polegada (ppi).

A densidade dos ecrãs OLED tem sido suficiente para nos trazer ecrãs para televisores e smartphones com excelente definição, mas há várias áreas onde essa densidade ainda não é suficiente para atingir os objectivos desejados, como por exemplo nos ecrãs para óculos VR. Ao se olhar para um desses ecrãs literalmente através de uma lente de aumento, até uma resolução de 2K se revela insuficiente, e muitas vezes permitindo ver até o espaçamento entre os pixeis. Algo que deixará de acontecer com esta nova tecnologia.

Em vez dos 400-500 ppi dos ecrãs no mercado, este sistema permite criar ecrãs OLED com 10000 ppi, recorrendo a tecnologia derivada da produção das células solares para criar uma "meta-superfície" que é responsável por gerar as cores.

Aparentemente o processo de produção deste tipo de ecrãs não deverá apresentar grandes dificuldades, e a Samsung já estará a trabalhar na produção de protótipos que seguramente nos irão maravilhar daqui por uns meses (ou anos, que isto nem sempre corre com a velocidade desejada). Mas uma coisa é certa, olhar para um mundo virtual através destes ecrãs deverá ser praticamente indistinguível de olhar para o mundo real.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]