2020/11/16

Apple M1 supera Intel até em modo emulado

Depois dos benchmarks do novo Apple M1 que superavam os CPUs Intel, temos benchmarks que mostram que isso acontece até quando está a correr código x86 emulado.

Os novos MacBooks com CPU ARM M1 da Apple prometiam um desempenho imbatível e isso foi confirmado pelos benchmarks a correrem de forma nativa, que batiam todos os demais MacBooks com CPU Intel. Mas, mais significativo, é que o M1 é também capaz de superar os MacBooks Intel até quando está a correr código x86 em modo emulado.

Mesmo com o Geekbench em modo x86 emulado a baixar dos 1700 pontos para os 1300, o M1 ainda assim consegue manter-se à frente dos resultados obtidos pelos MacBooks e iMacs Intel, já que mesmo os que recorrem a CPUs poderosos como o Core i9-9900K e Core i9-10910 se ficam por um máximo de 1250 pontos.

Um rude golpe a dobrar para a Intel, que assim vê os seus chips serem destronados por um "modesto" CPU ARM da Apple, cujo ritmo de evolução apenas deverá aumentar o diferencial para os chips Intel ao longo dos próximos anos.

12 comentários:

  1. Todos sabemos que o Geekbench vale o que vale. Vamos ter que esperar por benchmarks um bocadinho mais sérios para tirar conclusões

    ResponderEliminar
  2. É preciso esperar para ver no que se traduz na vida real. Estes benchmarks são na teoria, resta saber como é na prática.

    ResponderEliminar
  3. A coisa não é bem os scores.
    É saber se o M1, que corre apps para Mac, também é capaz de correr todas as apps para PC, assim o Windows o permita. Isso e mais o custo do M1 (ou do M2, M3).
    Aí é que tinha a sua graça ver a Apple a vender SoCs para PCs com Windows. De certeza que havia quem os deitasse fora por estarem infetados.

    ResponderEliminar
  4. Pelos vistos no cinebench r23 tem metade do poder de processamento dos AMDs de 15w

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Metade de um Ryzen de 35W (e não 15) em multi-thread, e 80% em Single thread. Este M1 é uma pequena besta!

      Eliminar
    2. essa metade vi para o 4750U, não para outros. que é de 15w

      metade dos cores, metade da performance.

      a performance é *quase* a performance dos outros processadores, por isso nada de revolucionário.

      Eliminar
    3. O Macbook Pro 13" com o M1 tem cerca de 1498 em single core e 7508 em multi core no Cinebench R23.
      Estou confuso com o que li acima ao falarem em metade performance

      Eliminar
    4. Eu vi aqui: https://hexus.net/tech/news/cpu/146878-apple-m1-cinebench-r23-benchmark-scores-revealed/

      4,530 pontos para multi core e 990 em single-core.

      Eliminar
    5. Curioso que eu também vi aí, e no fundo da página diz o seguinte:
      "Update:
      It looks like the Bits and Chips CInebench R23 result is not for the Apple M1 SoC but from an A12Z. MacRumours has a result in that it reckons is from a genuine new M1 13-inch MacBook Pro, though, and it is somewhat better than the A12Z, of course. It quotes Twitter user @mnloona48_ who shared an MBP M1 unboxing and various other tests on his new 8GB machine. Mnloona48's Cinebench R23 scores are an impressive 1,498 single core, 7,508 multi core. Thanks to Mr Williams for the heads up."

      Eliminar
    6. Viste o update desse post do Hexus:
      It looks like the Bits and Chips CInebench R23 result is not for the Apple M1 SoC but from an A12Z (...)

      Eliminar
    7. Não, não tinha visto. Bom reparo. Sendo assim pode ser que a Apple tenha conseguido aqui um chip bem interessante. Vamos a ver se generaliza ao resto

      Eliminar

[pub]