2020/11/24

PureVPN com promoção Black Friday

A PureVPN tem nova campanha de desconto, permitindo ficar com 5 anos de serviço VPN por menos de 1 euro por mês.

Nem sempre é fácil acompanhar todas as promoções da PureVPN, mas desta vez a proposta oficial é a de um desconto de 92% para o plano de 5 anos, resultando numa mensalidade de €0.74 - mas calma que temos ainda um desconto adicional. Nada mau para ter acesso a um serviço que nos deixa aceder à internet a partir de praticamente qualquer ponto do globo, incluindo o acesso a serviços que pudessem estar geo-bloqueados a países como os EUA, Japão, ou outros - incluindo o acesso ao catálogo mais abrangente em serviços de streaming como a Netflix, Disney+, ou aos serviços de streaming que não estejam disponíveis por cá.

De notar que, para além da funcionalidade de nos deixar aceder à internet como se se estivesse noutro país à nossa escolha, este serviço garante também a segurança acrescida ao aceder à internet a partir de qualquer hotspot WiFi desconhecido. Aliás, protege até a nossa ligações doméstica, ao impedir que o nosso próprio operador possa espiar que sites ou serviços utilizamos na net.

O valor da mensalidade torna-se portanto num pequeno valor a pagar pela protecção adicional proporcionada por um serviço de VPN, mas pode ser reduzido ainda mais usando o nosso código de desconto exclusivo: desconto10.

Desta forma, o valor total a pagar pelos 5 anos reduz-se dos 44 euros para os 39.77 euros, resultando numa mensalidade de apenas de 0.66 euros. E, neste caso em concreto, não será necessário pensar mais no assunto durante os próximos cinco anos.

5 comentários:

  1. E o serviço é bom? Confiável, boas velocidades? Vejo outros com melhores reviews. NordVPN, SurfShark, Express VPN, ...

    ResponderEliminar
  2. preço muito bom, adquiri o meu por cerca de 50€ para 5 anos...
    para quem tem dúvidas, é top!

    ResponderEliminar
  3. uso 1 ano e comprei agora +5. so tenho pena de para ja ainda nao terem wireguard, porque uso em routers e openvpn tem velocidades menores

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar

[pub]