2020/12/29

EUA exigem transmissores de localização nos drones

A partir de 2022, nos EUA, todos os drones com mais de 250g terão que contar com um sistema de transmissão da localização do drone e do operador.

A FAA já revelou as alterações à legislação de voo de drones. A partir de 2022 todos os drones com mais de 250g serão obrigados a ter um sistema de transmissão que identifica a localização do drone e do operador, assim como o seu número de identificação, velocidade e altitude; e em 2023 deixará de ser possível voar drones mais antigos, a não ser que sejam equipados com sistema de transmissão idêntico - no entanto, não foram divulgados os requisitos técnicos, para se saber se esta transmissão poderá ser feita usando algo como Bluetooth ou WiFi, ou se haverá requisitos mais apertados a nível de distância de transmissão mínima, etc.

Portanto, por agora não há qualquer alteração prática, mas os interessados num drone nessa categoria poderão querer assegurar-se que o seu drone estará apto para cumprir a nova legislação, para não se arriscarem a ter um drone que terá que ficar em terra por ser "ilegal", já que não irão existir excepções para drones antigos ou de voos recreativos apenas para uso pessoal.

Para não serem apenas más notícias, as novas regras passam a permitir o voo de drones à noite - desde que o drone conte com luzes de sinalização adequadas - e também sobre zonas com pessoas e veículos, mas ficando sujeito ao grau de perigo que o drone apresentar (como ter as hélices protegidas ou expostas, o seu peso, etc.)

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]