2021/02/09

Dia da Internet Mais Segura 2021: Dicas da Google

O dia 9 de Fevereiro é o Dia da Internet Mais Segura, e este ano a Google direccionou as suas dicas para os mais velhos, que frequentemente se tornam em alvos preferenciais para fraudes digitais.

Dia da Internet Mais Segura 2021: Dicas da Google para os mais velhos navegarem na Internet em segurança


No dia 9 de fevereiro de 2021 comemora-se o Dia da Internet Mais Segura. E é importante lembrar que à medida que dependemos cada vez mais de ferramentas digitais para estarmos conectados, permanecer seguro online é essencial para todos - dos mais novos aos mais velhos. Neste Dia da Internet mais Segura queremos encorajar as pessoas a adoptar comportamentos mais seguros online, que previnam burlas, e queremos ajudar aqueles que, à sua volta, podem estar mais vulneráveis, em particular os mais idosos. De acordo com um estudo do Eurostat divulgado no ano passado, 17% dos portugueses limitaram a utilização ou evitaram o uso do homebanking por receio de segurança. Em Portugal, a Google juntou-se à Deco Proteste para promover uma internet segura para os mais velhos. O projeto Net & Siga leva práticas digitais seguras à casa das gerações mais velhas, com conteúdos que abordam compras online, redes sociais ou cidadania digital.

Para este Dia da Internet Mais Segura, a Google também identificou algumas dicas úteis para ajudar os mais velhos a navegar em segurança na internet. Embora seja útil partilhar estas dicas, ter uma conversa franca e directa costuma, normalmente, ser mais eficaz. E com isso, também, em mente a Google conta com a ajuda de profissionais de saúde mental que se concentram na segurança digital e partilham dicas sobre a forma mais eficaz de ter estas conversas com os mais velhos.

Todos podemos contribuir para nos protegermos e proteger quem mais gostamos. Com as ferramentas e a consciencialização adequadas é possível aprender ou ensinar, de forma fácil, à tomada de decisões online mais seguras e informadas.

Assim, partilhamos as seguintes dicas:
  • Dicas da Google para os mais velhos navegarem na Internet com segurança
  • Dicas de profissionais de saúde mental sobre como ter conversas sobre estes temas com os mais velhos

Dicas da Google para os mais velhos navegarem na Internet com segurança

1. Proteja as suas contas online
  • Crie uma palavra passe forte
  • Experimente uma frase fácil de memorizar e escolha a primeira letra de cada palavra usando maiúsculas e minúsculas sempre que necessário. Sempre que possível substitua as letras por números ou símbolos.
  • Não reutilize a palavra passe
  • Utilize um gestor de palavras passe como o passwords.google.com para criar e guardar palavras passe fortes.

2. Tenha cuidado com as partilhas
  • É aconselhável evitar publicar informações pessoais, como o seu nome e endereço de email em fóruns públicos e espaços online.
  • Não partilhe informações sobre a conta bancária, PIN ou palavra passe. A única ocasião em que deve digitar este tipo de informação é quando estiver num website confiável que reconhece e acede diretamente. Para ficar o mais seguro possível, não clique num link para o seu banco ou para outro website se este lhe tiver sido enviado por e-mail ou através de mensagem de texto. Em vez disso, vá diretamente para o site digitando-o na barra de endereço do navegador ou faça uma pesquisa pelo website.
  • Verifique as configurações de partilha nas redes sociais e perceba se está a partilhar publicamente, com pessoas específicas ou de forma privada.

3. Identifique e evite burlas
Siga as três regras de ouro:
  • Reduza a velocidade - os "burlões" costumam criar a sensação de urgência para contornar os seus instintos. Não tenha pressa e faça perguntas para evitar ser levado para uma situação complicada.
  • Verificação pontual - Faça a sua pesquisa para verificar os detalhes que está a receber. Se receber uma chamada inesperada, desligue. De seguida, contacte o banco, agência ou organização que está supostamente a ligar-lhe e entre em contato diretamente com eles
  • Pare! Não envie - nenhuma pessoa ou entidade exigirá o pagamento na hora. Frequentemente, os burlões irão dizer-lhe para comprar cartões-presente - do que significa que só podem ser dados como presente não como pagamento sob ameaça. Ou seja, se acha que o pagamento parece duvidoso, provavelmente é.

4. Mantenha as conversações online positivas e com respeito
  • Se uma conversa começar a resvalar evite cair no ciclo vicioso de responder a comentários negativos. Em vez disso, redirecione o tom para algo positivo - e quando algo for ofensivo ou impróprio, denuncie a situação para análise da plataforma.
  • Se estiver a deparar-se com situações em que outros estão a ser alvo de assédio online, faça um esforço para entrar em contato com a pessoa para lhe oferecer ajuda.
    • Silencie a conversa ou comentários
    • Bloqueie o utilizador que lhe está a infligir dor.
    • Relate o incidente ao moderador ou plataforma de social media.


Dicas de profissionais de saúde mental sobre conversas relevantes com idosos sobre segurança online

  1. Partilhe a sua própria experiência. Ninguém gosta de se sentir tolo ou vitimizado, o que pode acontecer quando alguém é novo na utilização da Internet e não está familiarizado com as suas convenções ou não está ciente das burlas, esquemas e tipos de desinformação que se pode encontrar online. Seja proativo a partilhar as suas próprias experiências de ser novo na Internet e o que aprendeu sobre como permanecer seguro online.
  2. Mostrar é melhor do que contar. Verifique com os idosos as suas experiências com a tecnologia e ofereça-se para orientá-los com as aplicações ou processos que possam ser desconhecidos ou confusos. Permita que pessoas mais velhas tenham experiências online com o seu apoio e assistência.
  3. Seja um recurso para eles. As informações falsas apresentadas de forma organizada ou amplamente repetidas são facilmente alvo de crédito - principalmente para pessoas que não estão familiarizadas com a Internet. Incentive os idosos a verificarem o que leram com alguém em quem confiem.
  4. Dê-lhes espaço e tempo para partilharem as suas preocupações consigo. Quando há um grande incidente as primeiras notícias costumam ser incompletas ou confusas e podem causar pânico junto das pessoas que são bombardeadas com alertas e notificações alarmantes. Incentive os utilizadores de internet mais velhos a esperar por informações precisas antes de decidir como reagir, e diga-lhes que está sempre disponível para conversar.
  5. Diga-lhes que é bom fazer uma pausa. Comunicar online é diferente de falar na vida real. As pessoas ficam com raiva rapidamente e muitas vezes são rudes tornando-se mais fácil entrar em discussões e longos debates. Se uma pessoa mais velha parece angustiada com uma interação online, incentive a uma pausa e lembre-a que não há problema em simplesmente deixar uma discussão, se não for útil.
  6. Mantenha contato e esteja disponível para eles. Não há problema em não discutir assuntos delicados. Quando alguém de quem gostamos se interessa por teorias da conspiração ou outras informações incorretas pode ser difícil falar com ele. No entanto, o isolamento social pode tornar alguém ainda mais vulnerável e mais dependente dos seus relacionamentos online.

3 comentários:

  1. Dica #1
    - Não use serviços Google!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada vez mais um conselho a ser considerado como sendo precioso.

      Eliminar
  2. "Utilize um gestor de palavras passe como o passwords.google.com para criar e guardar palavras passe fortes."
    Deve antes ser:
    "Utilize um gestor de palavras passe como o passwords.google.com para alimentar o dicionário."
    :D

    ResponderEliminar

[pub]