2021/03/22

Acer atacada por ransomware que pede $50M de resgate

O grupo de ransomware REvil diz ter conseguido infectar a Acer, e está a fazer um dos mais avultados pedidos de resgate alguma vez feitos por ransomware, no valor de 50 milhões de dólares.

A praga do ransomware continua a espalhar-se, e nos últimos anos tendo dedicado-se cada vez mais à infecção de empresas e entidades como escolas e hospitais, que lhes garantam recompensas mais avultadas e que tenham mais a perder no caso de verem os seus dados expostos. É precisamente o que agora parece ter acontecido com a Acer, que enfrenta um ataque do grupo de ransomware REvil onde é exigido o pagamento de um resgate de $50 milhões pelos dados - e isto se for pago até ao dia 28 de Março, caso contrário o valor duplica para os $100 milhões.
São cenários complicados e para os quais não há propriamente muito a fazer. O primeiro passo será não pagar o resgate, para não perpetuar o ransomware como negócio lucrativo. Depois, mesmo que o resgate fosse pago, a empresa continuaria a ter que tratar todos os dados como potencialmente comprometidos, não sabendo se o grupo de ransomware os iria vender na mesma a outros hackers ou empresas rivais - e seria duplamente vergonhoso se, para além de ter pago tal resgate milionário, esses dados acabassem por vir a público de qualquer forma.

Por agora a Acer ainda não deu detalhes sobre este ataque, que dados é poderão ter sido comprometidos, nem quando espera regressar ao funcionamento habitual. Quanto a todos os outros, nunca é demais relembrar que é imperativo implementar um sistema de backup que permita salvaguardar os dados no caso de ter ransomware a entrar em sua casa.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]