2021/03/04

Brave avança com motor de pesquisa privado para a web e desktop

O Brave vai disponibilizar um motor de pesquisa que coloca a privacidade dos utilizadores em primeiro lugar, tal como faz para a navegação nos sites web.

A proposta de criar um motor de pesquisa de raiz parece algo inconcebível neste mundo dominado pela Google, mas isso não tem impedido que apareçam concorrentes, como o DuckDuckGo. No caso do Brave, a proposta acelera logo para ritmo de cruzeiro com a aquisição do motor de pesquisa open-source Tailcat, criado pela equipa que tinha criado o motor de pesquisa e browser Cliqz, que também colocava a privacidade como prioridade.

O Brave Search compromete-se a manter o foco nos utilizadores e na sua privacidade, revelando uma série de princípios que são idênticos aos já assumidos para o Brave:
  1. Ser 100% privado, sem fazer tracking dos utilizadores
  2. Colocar os utilizadores em primeiro lugar, e não as empresas de publicidade ou anunciantes
  3. Oferecer diversas opções: com publicidade, ou modalidades pagas sem publicidade
  4. Índice de resultados independente
  5. Algoritmos de ordenação dos resultados transparentes e acessíveis
  6. Tecnologia aberta, para permitir a sua utilização por outros motores de pesquisa.
Vai ser interessante ver que resultados este motor de pesquisa irá dar, sabendo-se que o DuckDuckGo também começou com resultados modestos face ao Google, mas tendo melhorado substancialmente ao longo dos anos.

Ainda deverá demorar algum tempo até que o Brave Search seja lançado, mas os interessados podem juntar-se à lista de espera para serem os primeiros a saber quando ficar disponível.

3 comentários:

  1. Boas, o link para juntar a lista de espera aponta para pagina inexistente do blog

    ResponderEliminar
  2. É sempre bom haver alternativas, apesar de haver o DDG e o Startpage.

    ResponderEliminar

[pub]