2021/04/10

Carros a gasolina e diesel caem para menos de 5% na Noruega

A transição para os carros eléctricos poderá acontecer de forma mais rápida do que se pensa, como a Noruega está a demonstrar.

Depois de em 2020 os carros eléctricos terem representado mais de 50% das vendas na Noruega, o ano de 2021 avança com uma redução ainda mais significativa dos automóveis a gasolina e diesel, que em Março representaram menos de 5% das vendas (cada).
No entanto, apesar da boa adesão aos eléctricos - que em Março representaram mais de 56% das vendas - estes números são também explicados pelo facto da maioria dos fabricantes terem feito a transição para os modelos híbridos, que ainda representaram 34.2% das vendas nesse mês.

De qualquer forma, não deixam de ser números inspiradores, e seria bom ver o resto do mundo a acompanhar este processo - mesmo se isso significar que, por cá, seja algo que tenha que ser feito com a ajuda dos automóveis eléctricos de baixo custo.

6 comentários:

  1. Carlos, o título está claramente incompleto. 🤔

    Antes de "carros", deverás colocar "As vendas de".

    Assim, sim. Este blogue merece essa seriedade. 👍👍

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Absolutamente. Eu, pelo menos, vim ao engano... Corrige lá isso. 😊

      Eliminar
  2. Até vendiam mais mas não há ID3 pra entrega em PT....

    ResponderEliminar
  3. Calma, que os Noruegueses não são uns ecológicos de primeira, estão é a aproveitar as benesses do estado na aquisição e circulação de veículos elétricos, como:
    - Desconto substancial dos impostos no momento da aquisição, que colocam os eléctricos quase ao mesmo preço dos carros a combustível;
    - Isenção de pagamento de imposto anual de circulação;
    - Descontos de 50% em todas as portagens e ferries do país.
    De notar ainda que a Noruega é o 13° maior produtor mundial de petróleo, subindo para 5° se tivermos em conta o número de barris per capita, sendo, por larga margem, o sector que mais contribui para o PIB do País.
    Assim, não deixa de ser uma grande hipocrisia que um dos maiores poluidores mundiais se "venda" como um dos países mais ecológicos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É dos poucos países que, tendo o dinheiro do petróleo, aplica-o em tecnologias não poluentes e renováveis a pensar no futuro. Certamente não seria melhor colocar o petróleo a preços de salvo e incentivar V8's.
      O petróleo irá sempre ser gasto com quem "precisa" dele. A Noruega só precisa deve para financiar toda uma infraestrutura que os irá diferenciar no futuro.
      Para mim, acho muito inteligente da parte deles e nada hipócrita !

      Eliminar
  4. O zoe mais barato custa quase 33 mil euros.
    Deixem-se lá disso.

    ResponderEliminar

[pub]